terça-feira, 9 de outubro de 2012

Candidatos buscam alianças para disputar 2º turno

O segundo turno das eleições municipais será realizado no dia 28 de outubro, nas cidades com mais de 200 mil eleitores que não tiveram um vencedor com maioria absoluta dos votos. 

Um detalhe chama atenção: a data escolhida, 28/10, será o último domingo do mês, onde o horário de abertura das urnas e encerramento obedecerá ao tradicional. Ou seja, o horário de verão dessa vez vai ficar de fora das eleições. Às 08 horas da manhã inicia a votação e às 17 horas encerra. Quem não estava em seu domicílio eleitoral ou por motivo de força maior não compareceu à votação, tem até o dia 6 de dezembro para justificar. Para quem deixar de votar pelos mesmos motivos no segundo turno, o prazo justificar a ausência vai até o dia 27 de dezembro. 
No Maranhão apenas a cidade de São Luís terá 2º turno. A campanha eleitoral do 2º turno no rádio e televisão começa no dias 13 e vai até 26 de outubro, dois dias antes das eleições que serão no dia 28. Serão 14 programas de 10 minutos cada. Duas vezes por dia. Cada candidato terá o tempo de cinco minutos para expor suas propostas e tentar conquistar a preferência dos eleitores.

Os candidatos: Disputam o 2º turno das eleições municipais de São Luís os candidatos Edivaldo Holanda Jr (PTC) da frente Pra Mudar, Pra Renovar e João Castelo (PSDB) da coligação Pra Fazer Muito Mais.

Em sua comemoração o candidato João Castelo agradeceu o apoio e pediu aos militantes que continuem na batalha. “Nós vamos ter uma oportunidade. A eleição está 0x0 e é entre dois candidatos. Vamos discutir todos os assuntos, o que cada um fez, qual é a experiência e o passado de cada um”, completou. Para o vice, o deputado Neto Evangelista, agora é “olho no olho, não tem candidato laranja para fazer bagunça”, destacou. 
O candidato Edivaldo Holanda JR foi cauteloso em suas declarações: “Vamos continuar a campanha no mesmo ritmo nos bairros, com propostas e sem ataques”, considerou.

As alianças políticas:
 O primeiro candidato a manifestar apoio político a Edivaldo Holanda Jr foi Ednaldo Neves do PRTB. Ele afirmou que sua campanha foi pautada no compromisso com a renovação. “Eu acredito na alternância do poder. Por isso declaro oficialmente a minha adesão à campanha de Edivaldo”, enfatizou. 

A candidata e deputada estadual Eliziane Gama (PPS) agradeceu o reconhecimento da população. Ela disse que acreditava no 2º turno, apesar do tempo limitado no guia eleitoral (apenas 1 min 35s), que os eleitores só puderam conhecê-la melhor nos debates, e que só um deles foi televisivo. “Ainda não posso dizer a quem vou apoiar. Uma parte do partido já apoia o atual prefeito. Irei me reunir com o partido para anunciar a minha decisão”, ponderou. 

A assessoria do candidato Tadeu Palácio informou que o baixo índice (4,82%) foi fruto de uma campanha de desestabilização imposta pelos adversários, e que os boatos de desistência e fechamento de comitês influenciaram nos resultados. Até o fechamento desta edição o candidato ainda não havia divulgado qual candidato deve apoiar no 2º turno.

O candidato Marcos Silva do PSTU informou que fará campanha pelo voto nulo, por entender que não existem propostas compatíveis com os ideais defendidos pelo partido. 

Até o fechamento desta edição o candidato Haroldo Sabóia não foi encontrado para comentar as eleições.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.