quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Mulher é assassinada pelo irmão de 15 anos na Santa Efigênia, em São Luís


Marilza Marreiros foi morta a pauladas pelo adolescente, que é usuário de droga.


No Jardim Tropical, Valdiléa Cruz foi morta a facadas.

 
 A polícia elucidou o assassinato de Marilza Marreiros de Almeida, de 21 anos, ocorrido ontem (19),em uma quitinete, no bairro Santa Efigênia. O crime foi praticado pelo irmão da vítima, um adolescente de 15 anos. Em depoimento à polícia, ele teria negado o envolvimento no homicídio alegando que estava dormindo em um quarto da casa, com o filho da irmã, e quando acordou a encontrou morta na cama.

A polícia não acreditou na versão contada pelo adolescente e durante investigação ele acabou confessando a autoria do crime. O adolescente disse que matou a irmã a pauladas. Ela teria reclamado pelo fato dele ser usuário de droga. Por causa disso, matou a irmã a pauladas. Ele foi apreendido e autuado em flagrante no Plantão do Cohatrac, sendo conduzido para a Delegacia do Adolescente Infrator (DAI).

Jardim Tropical

Valdiléa de Jesus Martins Cruz, de 18 anos, residente no Jardim Tropical, foi assassinada a facadas. O caso aconteceu ontem à noite (19), na casa da vítima. De acordo com a polícia, o principal suspeito do crime é o companheiro de Valdiléa, identificado como Ranierison Lopes Costa, de 21 anos.

Familiares da jovem disseram que o casal tinha dois filhos e estava separado. Ranierison, que mora atualmente no município de Viana, não aceitava a separação e quando soube que a ex-mulher estaria namorando outra pessoa ficou revoltado. Ontem à noite (19), ele foi até à casa de Valdiléa, onde chegou a pedir um copo d´água.

Insatisfeito com a situação, Ranierison agiu aplicando vários golpes de faca na vítima, que morreu no local. O suspeito fugiu em uma moto Honda Titan azul de placas NHI -8471.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.