sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Mulher morre após visita ao marido policial, que está preso em delegacia

Francisco Castro da Hora está preso na Decop, suspeito de facilitar a fuga de dois detentos na delegacia de Rosário.
 
 
Uma mulher morreu após visita ao marido, o policial civil, Francisco Castro da Hora, conhecido como "Castro", na manhã desta sexta-feira (15), na delegacia da Cidade Operária (Decop), na capital maranhense. Segundo informações, o policial está preso suspeito de facilitar a fuga de dois detentos da delegacia do município de Rosário, onde trabalha.
A mulher do policial veio visitá-lo na Decop. Ao sair do local, passou mal e morreu. A causa da morte não foi revelada pelo Instituto Médico Legal (IML). Informações preliminares, é de ataque cardíaco fulminante.
Francisco Castro entrou em desespero, também passou mal e foi encaminhado para um hospital. No local, ele tentou se suicidar, mas foi evitado pelos agentes de plantão na delegacia da Cidade Operária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.