quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

PREVENÇÃO À VIOLÊNCIA ESCOLAR APRESENTA RESULTADOS POSITIVOS



A Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (SEMUSC), através do Grupamento de Segurança Escolar (GSE), desenvolve importante projeto junto às Unidades da rede municipal de ensino visando garantir a integridade física e psicológica dos estudantes.

É o Projeto Bullying Escolar: Violência Disfarçada de Brincadeira, que já apresenta resultados altamente positivos. De acordo com o Coordenador Bergson Rios, o Projeto Bullying Escolar: Violência Disfarçada de Brincadeira é aplicado nas unidades de ensino da rede municipal, uma escola por semestre.

Em cada estabelecimento, num primeiro momento, é feito um mapeamento, através de questionário, para detectar que tipo de violência ocorre na escola. De acordo com o resultado, se faz a aplicação do Projeto, com duração de um semestre, dividido em dez etapas. O projeto conta também com a participação das guardas municipais Leila Carvalho, Abgail Ferreira e André Colins, do GSE.

O Grupamento de Segurança Escolar tem vinte membros ativos, divididos em dois Projetos distintos – o Projeto Bullying Escolar: Violência Disfarçada de Brincadeira e Minha Escola, uma Casa de Paz. Outro importante Projeto é a Ronda Escolar, realizada diariamente nas Unidades de ensino da rede municipal, numa Ação Preventiva contra a Violência.





RONDA ESCOLAR – Importante ferramenta no trabalho de Prevenção à Violência nos estabelecimentos de ensino, a Ronda Escolar cobre as escolas da rede municipal, que foram divididas por pólos. Inicialmente foi realizado um mapeamento para verificar quais as escolas com maiores índices de violência.

Nessas escolas são realizadas rondas, diariamente, tanto no entorno quanto dentro do estabelecimento. “Com a Ronda, caiu acentuadamente o índice de violência na comunidade escolar. O fato repercutiu de forma positiva, que a comunidade escolar e os pais e/ ou responsáveis pelos alunos solicitaram a continuidade destas Ações preventivas. O Grupamento de Segurança Escolar se sente gratificado com os resultados alcançados”, observa o Coordenador Bergson Rios.





O Projeto Bullying Escolar é aplicado em quatro unidades de ensino durante o ano. Já a Ronda Escolar cobre cerca de 60 estabelecimentos de ensino da rede municipal”,  explica a guarda municipal Leila Carvalho.

“A comunidade escolar, a princípio, toma conhecimento dos Projetos e é convidada a participar, através de palestras, para saber de que se trata e como trabalhamos. E o mais importante, toma ciência da realidade da violência escolar. A partir daí, se envolve e os Projetos acabam ficando dentro da escola”, avalia a guarda Abgail Ferreira.

“Atualmente, estamos mapeando os estabelecimentos de ensino que o Projeto Bullying Escolar: Violência Disfarçada de Brincadeira irá alcançar neste ano de 2013.

Num segundo momento, entraremos em contato com a diretoria da escola para que possamos apresentar o Projeto. E, de acordo com as necessidades do estabelecimento de ensino, adaptar o Projeto e, em seguida, aplicá-lo.

O Projeto é dividido em dez fases, com destaque para o de Gincana. Nesta última, toda escola é envolvida em atividades, onde os alunos podem participar de visitação a hospitais e asilos. Isto é extremamente interessante, porque os alunos passam a ter uma nova consciência do estudo da realidade.

Com relação a Violência, a fase da formação da partilhar é muito importante. E no final do Projeto, juntamente com toda a comunidade escolar, é formada uma Cartilha, onde são traçadas metas para diminuir a Violência``, finaliza o Coordenador Rios.

Fotos: J.Roberto
Ascon/SEMUSC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.