quarta-feira, 10 de abril de 2013

PROJETO “MINHA ESCOLA, UMA CASA DE PAZ” BENEFICIA UEB CARLOS SAAD



                                                                                                         Foto: J.Roberto

A Secretaria Municipal de Segurança com  Cidadania (SEMUSC), através do Grupamento de Segurança Escolar (GSE), deflagrou o Projeto “Minha Escola, uma Casa de Paz” nos estabelecimentos da rede municipal de ensino visando combater o bullying, as drogas e outras formas de agressões físicas ou psicológicas a estudantes por seus colegas de classe.  

Desta vez, a escola beneficiada foi a UEB Carlos Saad, localizada na Mauro Fecury I, área do Bairro Anjo da Guarda.

Para o professor Santos, diretor adjunto da UEB Carlos Saad, o projeto Minha Escola, uma Casa de Paz, deflagrado em parceria com a SEMUSC, através do GSE, traz a possibilidade de resgatar maravilhas dentro da escola. 
                                                                                                           Foto: J.Roberto


“Tenho certeza que uma escola do porte do Carlos Saad precisava do apoio de umagrande Secretaria, como a SEMUSC, através da Guarda Municipal, para deflagrar o extraordinário Projeto ‘Minha Escola, uma Casa de Paz’, elecando vários anseios dos alunos, como o Recreio com várias atividades. 

Tenho certeza que isso enriquece muito a aprendizagem de cada um desses alunos, que tanto precisam desse apoio”.

TRABALHO EM PARCERIA - Segundo o diretor adjunto da UEB Carlos Saad, o projeto chegou em boa hora, como outros que “estamos buscando parcerias para colocá-los em prática logo. A escola tem de trabalhar com parceiros, e a Guarda Municipal de São Luís é uma grande parceira desse ano letivo do Carlos Saad.

O projeto combate o bullying, as drogas, e trabalha na parte do consciente do aluno, na parte da Educação Física, do Esporte.

Ele busca também o talento do aluno que, muitas das vezes não tem essa oportunidade que a Guarda Municipal está proporcionando, dentro das comunidades. “A escola tem muito a ganhar com essa iniciativa do nosso gestor municipal”, garante a guarda municipal Natália, coordenadora da equipe. A UEB Carlos Saad conta hoje, nos três turnos, com 835 alunos no total.
Para o professor Monteiro, o “Minha Escola, uma Casa de Paz” é um excelente projeto, porque ajuda os alunos a viverem em paz, num ambiente saudável, em cooperação com outros. “E um projeto muito bom, que já apresenta resultados, como melhora no comportamento dos alunos”.
                                                          Foto: J. Roberto
                                                                                                                               

O diretor-adjunto da UEB Carlos Saad, na Mauro Fecury I, aproveitou para lembrar o grande gestor que assumiu a direção do estabelecimento de ensino. Trata-se do professor Henrique Gomes de Oliveira, que muito contribuiu para deslanchar o projeto dentro da escola. 

Além disso, ele é um grande companheiro na administração municipal. “Sinto que os estudantes aceitaram muito bem o projeto, até porque é uma identificação do aluno, é a faixa etária onde os garotos buscam o Esporte, o Vôlley; e as meninas, pularem corda. 

São enes coisas próprias do aluno, que vieram juntamente com o projeto da Guarda Municipal de São Luís”, avalia. Aproveitou para agradecer, também, “os guardas municipais que estão conosco aqui. São profissionais muito educados, que colaboram diariamente com o Projeto, cuja tendência é crescer”.

BOA ACEITAÇÃO – Para a coordenadora da equipe, guarda municipal Natália, o projeto tem uma boa aceitação junto aos estudantes.

 “Ele está, sim, dando certo na escola. Os alunos participam e já se constata uma melhoria no trabalho deles. Diariamente, na hora do intervalo, eles apresentam novas brincadeiras, que trazem de casa. Com isso, evitam ficar se empurrando”, afirma a guarda municipal Natália, do GSE.

“É uma grande satisfação estarmos desenvolvendo o ‘Minha Escola, uma Casa de Paz’ nas escolas da rede municipal de ensino. Temos uma equipe que atua no período vespertino, no projeto, mais especificamente na UEB Carlos Saad. 

Cumpre destacar que o projeto desperta nos alunos das escolas contempladas, a conscientização da necessidade de se por em prática uma Cultura de Paz. Sabemos que a violência cresce na Ilha de São Luís, atingindo vários segmentos da sociedade, e está se estendendo também às escolas”, afirma o coordenador do GSE.

PREFEITO ATENTO – “É uma preocupação do prefeito Edivaldo Holanda Junior, que tem procurado, com apoio da SEMUSC, desenvolver atividades diversas nas escolas, como o anti-bullying, que temos trabalhado na Unidade do Quebra-Pote”, afirma o Inspetor Braga Costa, coordenador do GSE. 

“A ação que ora desenvolvemos na UEB Carlos Saad visa mostrar aos alunos, a necessidade deles terem um bom relacionamento na convivência escolar; tenham a mentalidade, a consciência, de que a ida à escola é para aprender, compartilhar, exercer seus conhecimentos lá adquiridos. 

E não usar do espaço, para ficar com intrigas ou praticando a violência na própria escola. A preocupação do GSE é mostrar aos alunos a necessidade deles viverem em harmonia e, só assim, teremos uma cidade bastante tranqüila e humanizada”, finaliza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.