quinta-feira, 2 de maio de 2013

Mais de 70 meninas são envenenadas e desmaiam em colégio de Cabul

Suspeita é de que substância química tóxica tenha sido borrifada na área com um spray 

Meninas de 12 a 18 anos foram enviadas a hospitais próximos à escola


Pelo menos 70 meninas de um colégio em Cabul perderam a consciência nesta quarta-feira (1º) por causa de um aparente envenenamento, no último episódio de uma série de misteriosos casos no Afeganistão cuja autoria vem sendo atribuída à insurgência talibã, que nega seu envolvimento.
 
O incidente ocorreu no começo da manhã no centro educacional feminino Sultão Razia, na capital do país asiático, explicou à Agência Efe o porta-voz do Ministério da Educação, Amanula Aiman.
 
As meninas, com idades entre 12 e 18 anos anos, faziam fila na porta do colégio para entrar em suas respectivas salas de aula quando de repente começaram a se sentir enjoadas e tontas.
 
— Mais de 70 meninas foram envenenadas. Estamos investigando o ocorrido. Não está claro por que elas perderam a consciência.
 
Segundo a imprensa afegã, as meninas respiraram uma substância química que foi borrifada na área com um spray.
 
A fonte consultada pela Efe acrescentou que as vítimas foram levadas a hospitais próximos. Algumas delas já receberam alta médica, mas outras ainda se sentem mal.
 
Os casos de intoxicações em escolas femininas são bastante frequentes no Afeganistão e geralmente estão cercados de mistério. Em julho do ano passado, pelo menos 100 estudantes perderam a consciência em um incidente parecido nos arredores de Cabul.
 
Muitos analistas responsabilizam os talibãs por esses acontecimentos, mas porta-vozes dos rebeldes negaram seu envolvimento.
 
R 7



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.