sexta-feira, 17 de maio de 2013

Sebastião Uchoa diz acreditar que existe um plano para prejudicar seu trabalho


Secretario Uchoa_foto Gferreira (1)
O secretário Sebastião Uchoa, titular da Secretaria Estadual de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap), revelou acreditar que existem pessoas interessadas que planejam prejudicar seu trabalho frente ao sistema penitenciário maranhense, e que elas podem estar facilitando algumas fugas ocorridas no Complexo Penitenciário de Pedrinhas. 
“Sempre existe alguém querendo prejudicar o trabalho sério. Não quero citar nomes e nem me aprofundar no assunto. 
Além disso, há vários servidores que estão insatisfeitos com a instalação de ações moralizadoras que implantei no sistema”, afirmou.
A discussão sobre a possibilidade de haver um plano para desestabilizar a atual gestão da Sejap voltou à tona nesta quarta-feira (15), quando 21 presos fugiram por um túnel cavado na Oficina 1, do Centro de Detenção Provisória (CDP), unidade que faz parte do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís.                                    
O túnel foi cavado na oficina, próximo a Ala Delta e media 15 de profundidade, 15 metros de cumprimento e acabava dentro de um sítio. 
Dos fugitivos, apenas três foram recapturados pela polícia: Alexsandro Silva Boais, Matheus Borges da Silva e Gilmar Ferreira de Melo.
Esta é a segunda fuga no CDP, em menos de um mês. Nos dias 28 e 29 de abril, sete presos conseguiram escapar daquela unidade prisional. Até agora, somente um foi recapturado.
Sebastião Uchoa disse que a fuga de quarta-feira ocorreu sem nenhum funcionário descobrir a existência do túnel. 
“Nesta semana, fizemos revista em alguns blocos e, estranhamente, na terça-feira (14) houve princípio de motim. 
Acredito que isso ocorreu para tirar o foco do túnel e impedir que fosse encontrado o local onde ele estava sendo escavado”, disse.
Os presos que continuam foragidos foram identificados como Alberdan Costa dos Santos, Clenilton Santos Alves, Anderson Cabral dos Santos, Denis Russo Pereira Carneiro Júnior, Helson Jean Cardoso Macedo, Ivanilton Madeira Viégas, Isaías de Sousa Silva, Jailton Ribeiro, João Paulo dos Santos, José Antônio Ferreira de Sousa, José Luís da Silva Santos, Leilson Barroso Pimenta, Leonilson Sousa Goulart, Luís Fernando Cruz Rabelo, Paulo César Braga da Silva, Paulo da Silva, Raimundo Nonato Martins da Silva Filho e Wenderson Costa Dias.
De acordo com Uchoa, a fuga está sendo apurada pela Corregedoria da Sejap e pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic).
 O secretário Sebastião Uchoa informou que a Seic tem ajudado à Sejap na investigação e prevenção de fuga no Complexo Penitenciário de Pedrinhas. “Estamos com uma parceria que tem rendido bons resultados”, afirmou.
Outros casos – Após Sebastião Uchoa assumir a Sejap, no dia 1º de março deste ano, o CDP já foi alvo de duas tentativas de fuga, somente no mês de abril. 
A primeira foi registrada no dia 12 de abril, quando cerca de cinco homens tentaram explodir o muro do CDP de fora para dentro. 
A segunda ocorreu três dias depois, na noite do dia 15; na ocasião, agentes penitenciários descobriram um túnel cavado na sala de aula, por onde deveriam fugir cerca de 30 presos.
Outros problemas aconteceram nos primeiros 60 dias do secretário Uchoa à frente da Sejap.
 No mês de abril, oito detentos foram mortos: cinco na Central de Custódia de Presos de Pedrinhas (CCPJ), dois no Presídio São Luís e um no CDP. 
No dia 8, deste mês, três detentos conseguiram fugir do Presídio São Luís 2.
O secretário Sebastião Uchoa declarou que todos os casos estão sendo investigados e que a Sejap vai continuar realizando um trabalho sério, na tentativa de corrigir situações antigas do Complexo Penitenciário. 
“Tenho Deus acima de tudo, possuo o apoio do governo do Estado e vou continuar desempenhando meu trabalho. Estamos lutando para resolver problemas antigos das unidades prisionais”, afirmou.
Qualquer informação sobre o paradeiro dos foragidos deve ser repassada ao Disque Denúncia [3223 5800 – capital e 0300 313 5800 – interior], não é necessário se identificar e o serviço funciona 24 horas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.