terça-feira, 18 de junho de 2013

Onze assassinatos são registrados no fim de semana na Grande São Luís

São Luís teve mais um final de semana marcado pelo registro de vários homicídios. No período entre a noite de sexta-feira (14) e a madrugada de ontem, 11 pessoas foram assassinadas, sendo sete vítimas de arma de fogo, três de arma branca e uma por outros meios.

A primeira vítima foi Wanderson Moreira, de 20 anos, assassinado a tiros, no Bairro do São Cristóvão, na noite de sexta-feira (14). De acordo com a polícia, ele foi alvejado com cinco tiros, disparados pelos homens identificados como Maicon e Augusto, que estavam em uma motocicleta. O jovem foi alvejado com dois tiros na cabeça, um nas costas e dois na mão esquerda, e morreu no local. A polícia suspeita que o crime tenha ligação com o tráfico de drogas.

Na madrugada de sábado (15), Rafael Aparecido Araújo Melo, de 28 anos, foi morto com disparo de arma de fogo, no Coroadinho. O autor do crime foi identificado como “Gamara”, que alvejou a vítima com um tiro na cabeça. Rafael ainda foi socorrido por populares, mas chegou sem vida ao hospital.

Por volta das 16h05, houve o registro da morte de Genilson Ferreira Castro, de 31 anos, na Casa de Detenção, em Pedrinhas. De acordo com a Secretaria de Estado da Justiça e Administração Penitenciária (Sejap), o detento foi encontrado morto na cela que ocupava no Bloco C, com sinais de estrangulamento.

Na noite de sábado, por volta das 22h54, Wanderson Santos Oliveira, de 24 anos, foi morto a tiros na Vila Embratel. Os autores do crime foram identificados como “Lohan”, “Bacu”, “Tio Dede” e “Lucas”, que segundo a polícia, ocupavam um veículo de cor preta e alvejaram a vítima com dois disparos de arma de fogo na região do tórax e no joelho. Wanderson ainda foi levado a um hospital, mas não resistiu aos ferimentos.
Na madrugada de domingo (16), houve dois homicídios. O primeiro ocorreu no Bairro do Outeiro, no município de São José de Ribamar, tendo como vítima Marcos Paulo Caldas Barbosa, de 24 anos, morto com golpe de arma branca. Depois Oséas dos Santos Ferreira, 49, foi atingido com um golpe de faca na altura da clavícula, quando estava no Viva do Maiobão, em Paço do Lumiar.

Durante a noite, às 19h52, foi registrado um latrocínio (roubo seguido de morte), no posto de combustível Paloma, na entrada do Conjunto do São Raimundo. A vítima foi o frentista Carlos Eduardo do Nascimento de Jesus, conhecido como “Índio”, de 29 anos. A frentista Flávia Regina Ferreira de Jesus, 24, também foi alvejada com um tiro no braço esquerdo e foi levada ao Hospital Clementino Moura (Socorrão 2), na Cidade Operária.

Carlos Eduardo do Nascimento - frentista
O frentista Carlos Eduardo foi morto por assaltantes no São Raimundo. (Divulgação)

De acordo com a Polícia Militar, o latrocínio foi praticado por dois homens; que, depois de pegarem o dinheiro que estava com os frentistas, atingiram Carlos Eduardo com um tiro no tórax.

Em seguida, às 19h53, Wellington Henrique de Oliveira Melo, de 22 anos, foi morto com 15 disparos de arma de fogo, no Bairro João de Deus. Os executores seriam dois homens que estavam numa motocicleta. A autoria e motivação não foram esclarecidas pela polícia.

Wellington Henrique - morto no João de Deus
Wellington Henrique morreu após ser baleado no João de Deus

No Mocajituba, no município de Paço do Lumiar, José Diniz de Albuquerque, de 22 anos, foi encontrado morto no interior do veículo Prisma, placa OIT-1182. Segundo a polícia, o jovem teria sido assassinado por duas pessoas que estavam no veículo e fugiram após o assassinato.

Na madrugada de ontem (17), houve o registro de mais dois assassinatos. Mayara Silva Maia, de 20 anos, morreu depois de ser atingida com um golpe de arma branca, na região do abdômen. O crime ocorreu na Vila Mauro Fecury 2 e o autor seria um homem conhecido como “Jegue”. 

Por volta das 4h51, no Bairro Jota Câmara, em São José de Ribamar, Almir de Sousa Santos, 44, foi executado com um tiro no peito quando chegava em casa. O crime foi praticado por dois homens em uma moto. (Por Valquíria Ferreira)

Fonte: JP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.