terça-feira, 25 de junho de 2013

Taxistas cobram mais segurança da PM

 
Na última semana, pelo menos seis taxistas registraram boletim de ocorrência no Plantão Central, depois de terem sido assaltados nas ruas de Imperatriz.
A onda de violência contra a categoria está assustando os profissionais. Para cobrar mais segurança e pedir orientação à Polícia Militar (PM), o presidente do Sindicato dos Taxistas de Imperatriz, João Assunção, marcou uma reunião com o comandante da PM, tenente coronel Edeílson Carvalho, na noite desta segunda-feira(24).
Cerca de 50 profissionais compareceram ao encontro. De acordo com o sindicato, existem em torno de 600 taxistas em Imperatriz.
O comandante da PM disse que, na maioria dos casos, é difícil combater esse crime porque o taxista não consegue identificar se o bandido está se passando apenas por um passageiro. Quando eles dão voz de assalto, o profissional não tem como reagir ou pedir socorro.
A principal orientação é registrar o boletim, para que a polícia possa investigar os crimes e prender os suspeitos ou a quadrilha que pode estar agindo na cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.