segunda-feira, 1 de julho de 2013

Batalhão de Choque continua de prontidão na BR- 135


Tropa de Choque
Desde a última sexta-feira (28), por determinação do secretário de Segurança Pública do Estado, Aluísio Mendes, equipes do Batalhão de Polícia de Choque permanecem nas proximidades da Vila Itamar e Vila Esperança, na BR 135, para garantir a segurança dos moradores daquelas localidades, assim como, dos próprios manifestantes.
Na sexta-feira, pessoas exaltadas durante o protesto realizado na BR-135, atearam fogo em pneus e troncos de árvores, depredaram ônibus e causaram pânico à população daqueles bairros, interditando a rodovia por mais de 10 horas e impedindo a passagem de transeuntes e motoristas.
De acordo com o comandante do Batalhão de Choque, tenente-coronel Raimundo Sá, os policiais continuam nas ruas da capital para proteger os manifestantes e coibir a ação de vândalos e arruaceiros que espalham terror com ações violentas, que visam apenas a depredação do patrimônio público e o confronto com os policiais.
Conforme informou o coronel, os policiais do Choque estiveram no bairro do João Paulo neste domingo, para proteger os brincantes que tradicionalmente participam dos festejos de São Marçal, realizado no dia 30 de junho. Eles também fizeram rondas nos arraiais da capital neste final de semana.
“Os policiais do Choque estão presentes nas manifestações, nas festas populares e nos bairros com o intuito de proteger a população e de garantir a ordem. Os confrontos só ocorrem quando é necessário conter atitudes extremas de vândalos, arruaceiros e grupos marginais”, frisou.
Durante os cinco grandes protestos realizados na capital maranhense desde o dia 19 de junho, a equipe do Batalhão de Choque tem se desdobrado, ficando de prontidão para proteger as manifestações pacíficas da sociedade e para coibir a ação de vândalos.

 De acordo com o comandante Sá, os policiais ao saírem de suas casas, também colocam suas vidas em risco.  “Algo que pouco se divulga é que cinco policiais foram feridos durante estes protestos”. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.