quinta-feira, 25 de julho de 2013

Presos envolvidos em assalto a van no município de Mirinzal

Uma ação de policiais civis de Mirinzal, com apoio de policiais do 10º Batalhão da PM, culminou com a prisão de dois envolvidos em assalto a uma van, ocorrido na noite desta quarta-feira (24), na estrada que dá acesso a cidade de Mirinzal.

A prisão dos envolvidos se deu após motorista e passageiros da van acionarem a polícia, que iniciou buscas pela região. Ronaldo Maia Amorim, de 24 anos; e Talisson Augusto Ribeiro, de 22 anos, foram presos no início da manhã desta quinta-feira (25), no povoado Alto Alegre. Com eles, a polícia apreendeu a arma utilizada no crime e a quantia roubada no assalto. 
                                        
Eles foram conduzidos para a Delegacia de Mirinzal e autuados em flagrante pelos crimes de assalto à mão armada, tortura e privação de liberdade. O delegado Avilásio Fonseca relatou que a dupla já cumpriu pena na Penitenciária de Pedrinhas pelos crimes de assalto, porte de arma e formação de quadrilha.

Ainda segundo o delegado, eles fazem parte de uma quadrilha responsável por vários assaltos na região. “A especialidade do bando é roubos a ônibus, vans e outros veículos nas cidades de Mirinzal, Cururupu e Cedral”, detalhou o delegado.

Saiba mais
De acordo com informações da polícia, na noite da última terça-feira (23), três homens interceptaram a van, na estrada que liga Pinheiro a Mirinzal, nas proximidades do povoado Morada Nova. Segundo a polícia, dois homens entraram e realizaram o assalto, enquanto o terceiro dava cobertura pelo lado de fora.

Durante o assalto, os criminosos roubaram a renda da viagem e, ao identificar o escrivão Emerson Fábio Arrais como passageiro, levaram-no para um matagal na região. Segundo as informações, o policial foi amarrado, torturado e ainda teve os pertences roubados pelos bandidos. “Eles ainda efetuaram um disparo de arma de fogo contra o policial, mas a munição não deflagrou”, contou o delegado Avilásio Fonseca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.