sexta-feira, 26 de julho de 2013

SES realiza atividades no Dia Mundial Contra as Hepatites Virais

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Secretaria Adjunta de Vigilância em Saúde, realiza ações alusivas ao Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais, comemorado 28 de julho. A ação de conscientização acontece, neste domingo (28), das 9 às 17 horas, no Posto II do Corpo de Bombeiros, na Praia de São Marcos, na Avenida Litorânea, em São Luís.

O secretário- adjunto de Vigilância em Saúde, Alberto Marto Carneiro, informou que as pessoas que forem ao posto montado pela SES fazer o teste rápido de identificação, vacinas contra hepatites B e C, Influenza serão recebidas por uma equipe de profissionais de saúde multidisciplinar. Os beneficiados  receberão preservativos masculinos e femininos, além de folders, adesivos e cartazes informativos sobre a doença

Alberto Marto Carneiro destaca que esta atividade tem por objetivo intensificar as ações de prevenção e diagnóstico  das doenças, que geralmente não apresentam sintomas graves, retardando a identificação dessas patologias. "O Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites é de extrema importância, pois visa levar informação, fazer a divulgação desta doença que atinge milhões de pessoas no mundo e que, em alguns casos, o portador não sabe que está infectado com o vírus", destaca o secretário adjunto.

As hepatites virais são doenças causadas mais comumente pelos vírus da hepatite tipos A, B, C, D ou E, que provocam inflamação no fígado. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, cerca de 1 milhão de mortes por ano são atribuídas às hepatites virais. Os vírus da hepatite B (HBV) e hepatite C (HCV) são as principais causas de câncer de fígado no mundo, correspondendo a 78% dos casos.
Os principais sintomas da doença são: cansaço, fadiga, dor abdominal, colúria (urina escura), hipocolia fecal (fezes esbranquiçadas), febre, diarréia, náuseas, vômitos, etc.
A coordenadora do Programa Estadual de Controle das Hepatites Virais, Joseneide Matos, informa que no Maranhão, os municípios de maior incidência para as hepatites B e C, são Balsas, Caxias, Imperatriz e São Luís.     No  momento  242  pacientes fazem tratamentos para a Hepatite B e  217  para a hepatite C, em todo o Estado.

   O Maranhão possui atualmente um centro de referência para o tratamento dos portadores das Hepatites B e C que é o Núcleo do Fígado (Hospital Universitário) e um pólo de dispensação e aplicação dos medicamentos específicos para o tratamento, que é a Farmácia Estadual de Medicamentos Especializados (FEME), localizado no Reviver, ao lado do Viva Cidadão.

   Ainda este ano o Programa Estadual das Hepatites Virais pretende descentralizar a dispensação de medicamentos e diagnóstico para os municípios de Imperatriz e Caxias, melhorando assim o fluxo de atendimento ao usuário e otimizando os resultados das sorologias.

NOTIFICAÇÕES HEPATITES VIRAIS 2007-2012
NOTIFICAÇÃO HEPATITES B E C

Total de Notificações
A
B
C
2007
2.516
683
132
101
2008
2.530
797
267
180
2009
2.433
521
301
141
2010
2.130
382
336
136
2011
2.577
543
401
290
2012
1.088
96
259
155


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.