segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Agência é autuada por descumprir tempo previsto em lei de fila de banco

Unidade do Bradesco do bairro da Cohab tem 10 dias para se defender.
No local, foram encontrados idosos aguardando por mais de duas horas.



A agência do Bradesco localizada no bairro da Cohab, em São Luís, foi autuada pelo Procon-MA por descumprimento da Lei das Filas de Banco nesta segunda-feira (5), após vistoria realizada durante a manhã. No local, fiscais encontram dezenas de pessoas aguardando por horas por atendimento. Entre eles, pessoas com deficiência e idosos.

A lei prevê o tempo máximo de meia hora de espera dos clientes que vão às agências bancárias. "Quando chegamos, providenciaram água para os clientes, pois muitos reclamavam que aguardavam há muito tempo e nem isso estava disponível. Em um dos casos, encontramos uma pessoa com deficiência que estava há mais de duas horas esperando para ser atendida", explicou a fiscal do Procon Maria de Jesus Bringel.
Segundo o gerente de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), Kléber Moreira, a fiscalização ocorreu após três denúncias referentes à agência em menos de uma semana. "O banco, agora, tem um prazo de 10 dias para apresentar sua defesa. Caso ela não seja palusível, vamos aplicar a sanção, uma multa, que pode variar de R$ 400 a R$ 6 milhões", explicou.

Kléber Moreira orienta os consumidores que se sentirem lesados com o atendimento bancário. "É importante que os clientes guardem a ficha que recebem ao chegar na agência e a que comprova a transação feita, onde devem constar mês, dia, hora, minutos e segundos do atendimento. Agências que não têm essa máquina de senhas também devem ser autuadas", afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.