segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Maquiador mata a própria mãe e mais três vizinhas ao tentar assassinar esposa

Diego era usuário de drogas e teve uma crise nervosa

Maquiador matou a mãe e três mulheres

Um crime chocou a cidade de Londrina, no Paraná. Um homem que era usuário de drogas ameaçou matar a mulher e acabou assassinando a própria mãe e três vizinhas. Momentos antes de cometer essa sequência de crimes, ele passou por uma avaliação médica e foi liberado.
O maquiador Diego Ramos Quirino, de 30 anos, foi preso em flagrante, logo após a sequência de assassinatos que começou na casa onde morava. Diego usou uma faca para matar a mãe, que tentou impedir que ele agredisse a esposa, que conseguiu fugir.
“A gente escutou a voz da mulher: ‘Socorro, socorro!’ Ela falou assim: ‘Meu marido quer me matar’”, conta uma mulher.
O assassino, então, pulou o muro, invadiu a casa ao lado e foi até a cozinha. Ali, ele matou outras duas pessoas: uma mulher de 63 anos, e a neta dela, de dez.
A bisavó da criança, de 86 anos, saiu para pedir ajuda, mas foi morta na rua. Diego perseguiu a esposa até um salão de festas infantis. Pessoas que comemoravam o aniversário de uma criança conseguiram segurar o criminoso até a chegada da polícia.
Segundo o delegado que cuida do caso, Diego era usuário de drogas, teve uma crise nervosa e foi internado no mesmo dia da chacina. Horas antes dos crimes, a família do assassino percebeu que ele continuava alterado.
“Falava frases desconexas. Solicitaram uma ambulância que o levou ao médico, no entanto ele foi liberado”, diz o delegado Willian Douglas Soares.
O crime chocou a cidade. Vilma Santos, uma das vítimas, era líder de movimentos sociais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.