terça-feira, 24 de setembro de 2013

Escola de Gestão Penitenciária inicia atividades de capacitação

                                                                                              FOTO: DIVULGAÇÃO

Já foram iniciadas as atividades de formação na Escola de Gestão Penitenciária (Egepen), no Outeiro da Cruz. A instituição inaugurada, na segunda-feira (23), pelo secretário de Estado de Justiça e de Administração Penitenciária, Sebastião Uchôa, tem como principal objetivo aperfeiçoar profissionalmente os serviços prestados no sistema penitenciário do Estado.

O vice-governador Washington Oliveira na solenidade de inauguração ressaltou que "esta Escola é uma ação concreta realizada com o esforço de todo o Governo, diante do desafio de transformar os internos do sistema prisional em cidadãos de bem, por meio da ressocialização. Nesse sentido, é muito importante colocar em funcionamento a Escola de Formação Penitenciária".

O evento contou, ainda, com a presença da subsecretária de Programas Especiais da Casa Civil, Leopoldina Barros, do subsecretário da Sejap Mário Leonardo, dos secretários-adjuntos de Justiça Kécio Rabelo e de Estabelecimentos Penais, Hamilton Louzeiros e da diretora da entidade, a advogada Maria Idel.

Durante a inauguração o secretário Sebastião Uchôa disse às autoridades, que a Escola é a realização de um antigo sonho. "Desde 2005 estamos lutando por este projeto. Eu acreditei neste sonho, hoje realizado, porque sei que para transformarmos a sociedade temos que investir em conhecimento," salientou.

Com a instalação da Escola de Gestão, segundo informou a diretora da Instituição Maria Idel, serão estabelecidas ações de caráter técnico e pedagógico. Na oportunidade, ela agradeceu o empenho de Uchôa, da subsecretária Leopoldina Barros e do vice-governador Washington Luís, que recebeu o projeto embrionário e o encaminhou à governadora Roseana Sarney.

Já Leopoldina Barros, relembrou que ajudou a elaborar o projeto da Escola, quando foi subsecretária de Justiça e de Administração Penitenciária. "Esta Escola é um passo importante para que melhoremos a gestão penitenciária no Maranhão, seguindo dois paralelos: segurança e ressocialização".

Atividades
Gerenciamento de Crise é o primeiro curso oferecido pela Egepen. As aulas que foram iniciadas, nesta terça-feira (24), estão sendo ministradas pelo delegado Augusto Barros, da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), para técnicos e terceirizados do Sistema.

A Escola tem capacidade para 120 alunos e dispõe de salas de aula, auditório, laboratório de informática, setor administrativo e recepção. Lá serão oferecidos cursos permanentes sobre direitos humanos, cidadania, gestão pública, ética no trabalho, motivação humana, entre outros. Para o seu funcionamento, a Sejap firmou parceria com a Universidade Federal do Maranhão (Ufma) e com outras instituições de ensino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.