quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Princípio de motim em Pedrinhas deixa um agente penitenciário ferido

Segundo secretário da Sejap, Sebastião Uchôa, confusão foi logo controlada.



Uma briga entre detentos na Casa de Detenção (Cadet), no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, deu início a um princípio de motim na manhã desta quinta-feira (12).
Segundo informações do secretário de Justiça e Administração Penitenciária, Sebastião Uchôa, dois dos detentos que estavam na quadra de esportes brigaram e um deles tentou esfaquear o inimigo. Em seguida um dos agentes penitenciários atirou contra uma das paredes para dispersar a briga, no entanto estilhaços do tiro acertaram um dos agentes e causou a revolta dos internos que se rebelaram e iniciaram o motim.
Segundo informações da Sejap, os presos começaram a brigar durante o banho de sol. O secretário Sebastião Uchôa afirmou que a situação foi rapidamente controlada. Após a confusão, agentes do Grupo Especial de Operações Penitenciárias (GEOP) fizeram vistorias nas celas e fizeram a contagem dos presos.
Os detentos envolvidos na confusão são: Claudenir de Oliveira, baleado no pé; Fabiano da Silva, baleado no Joelho; Gersivan Madeira, esfaqueado. Segundo informações a briga teria começado entre os detentos Renê e Gersivan, por volta de 9h30 da manhã desta quinta-feira (12).

Já pela tarde, chegou a Cadet, material de construção para consertar as grades das celas. A Cadet tem um total de 600 presos.
Veja a nota da Sejap sobre o motim
A Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap) informa que ocorreu um incidente, na manhã desta quinta-feira (12), na Casa de Detenção (Cadest). No momento, a situação está sob controle e uma revista geral está sendo realizada na unidade.
O incidente teve início após briga de dois internos durante o banho de sol. A segurança da unidade interviu e, para separá-los, disparou um tiro contra a parede. Aproveitando a briga da dupla, os demais internos iniciaram um quebra-quebra, que foi logo contido pelos agentes.
Um agente do Grupo Especial de Operações Penitenciárias (Geop) ficou ferido, mas foi socorrido e passa bem.
IMIRANTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.