quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Polícia Civil prende pai suspeito de abusar das filhas em Bacabal

 Uma ação de investigadores lotados na 16ª Delegacia Regional em Bacabal resultou na prisão de um homem suspeito de abusar das três filhas naquela cidade. Segundo os autos, Flávio Correa Pinheiro, de 40 anos, teria abusado das três filhas de 14, 16, filhas biológicas do suspeito e ainda de uma filha adotiva, de 17 anos.

 Segundo o delegado Carlos Alessandro Assis, que coordenou as ações que resultaram na prisão, a polícia ainda investiga se ele teria um filho-neto com uma das meninas. A Polícia ainda procura a filha mais velha, que teria ido embora inconformada com os abusos cometidos pelo próprio pai.

Ele foi detido na noite da última quarta-feira (3), no bairro Presídio, naquele município, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pelo juiz Joselmo Souza Gomes, da 3ª Vara da Comarca de Bacabal. Ao perceber a presença da polícia ele tentou empreender fuga, mas foi impedido pelos policiais.

 De acordo com informações do delegado Carlos Alessandro, várias denúncias foram relatadas ao Conselho Tutelar da cidade. Diante das denúncias, conselheiros procuraram a filha de 14 anos, que confirmou ter sido vítima dos abusos.

O Conselho Tutelar, então, levou o caso à Delegacia Especial da Mulher em meados do mês de setembro.  A adolescente de 14 anos foi submetida a exame de conjunção carnal, que comprovou a violência sexual. A menina relatou que começou a ser violentada pelo pai em dezembro do ano passado.  Diante dos fatos, a delegada Ironeide Elvira de Melo representou pela prisão preventiva de Flávio Pinheiro.

“Estamos ainda investigando se uma criança, de um ano e meio, filha da adolescente de 16 anos, encontrada na residência é filho-neto do suspeito. Há denúncias que a criança seja fruto da relação incestuosa. Já solicitamos o exame de DNA para comprovar a paternidade”, contou o delegado.

Ainda segundo informações policiais, os abusos eram cometidos na residência da família. No local, moravam o pai, as filhas e a madrasta das meninas.

O delegado regional Carlos Alessandro relatou ainda que o suspeito estava sendo investigado há cerca de vinte dias. Ele havia fugido para o povoado São Sebastião dos Pretos, zona rural de Bacabal.


Após receber voz de prisão, Flávio Correa  foi conduzido ao distrito policial. Ele será encaminhado a Unidade Prisional de Ressocialização de Bacabal, onde vai permanecer detido à disposição da Justiça.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.