quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Secretário Sebastião Uchôa intensifica ações de segurança em todo sistema

    
Secretário Sebastião Uchôa   

Diante das cinco mortes registradas no complexo penitenciário de Pedrinhas ontem, 1°, o secretário de Estado da Justiça e da Administração Penitenciária, Sebastião Uchôa, está buscando intensificar as ações de segurança em todo sistema. As medidas, que vão desde parcerias com a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA) até a contratação de mais profissionais terceirizados, objetiva eliminar os conflitos entre as facções criminosas, existentes nos estabelecimentos penais.

O secretário detalhou as medidas que serão adotadas, em caráter de urgência, pela Secretária de Estado da Justiça e da Administração Penitenciária (Sejap).

                                                                                       Foto: J. Roberto
Grupo Especial de Operações Penitenciárias (Geop).

Conforme ele, a segurança está sendo reforçada nas unidades prisionais com a presença permanente do Grupo Especial de Operações Penitenciárias (Geop).

Além disso, medidas alternativas, tais como o aumento do efetivo dos terceirizados, a contratação de policiais militares da reserva remunerada e a capacitação continua dos servidores para melhorar a prestação de serviço, são outras ações tomadas.   

“Precisamos aumentar o efetivo dos profissionais responsáveis em manter a ordem e a segurança no sistema. Quando eu falo de segurança me refiro à segurança não somente do quadro profissional, mas a dos próprios detentos”, contou o secretário.

O secretário adjunto de Estabelecimentos Penais, Hamilton Louzeiros, disse que as ações com o intuito de reforçar tanto a segurança interna, quanto externa dos estabelecimentos penais estão sendo desenvolvidas.

Uma das principais medidas recentes tomadas foi o aumento do efetivo da Ronda Ostensiva Penitenciária (Rope), conhecida como o grupo responsável pelas rondas e revistas realizadas no período da noite nos estabelecimentos penais da capital.
                                                                                                       
                                                                                         Foto: J. Roberto


Outra medida no sentido de reforçar a segurança interna das unidades foi a criação recente do Geop Feminino. Não muito diferente do já existente, este trabalha com a realização de escoltas, revistas e monitoramento noturno dos estabelecimentos carcerários. Este grupo é formado por mulheres devidamente treinadas.

A aquisição de armas e aparelhos de segurança são ações tomadas para reforçar a segurança no Sistema. Outro ponto importante adotado pelo adjunto de Estabelecimentos Penais é o realinhamento de procedimentos de segurança no que se refere à redistribuição dos internos por celas.
                                                                         Foto: J. Roberto
Secretário Adjunto Hamilton Louseiro 

 De acordo com Hamilton, os diretores de unidades devem ter o cuidado de não colocar na mesma cela, detentos declaradamente inimigos.

“É notório a existência de facções criminosas nas unidades, então temos que tomar cuidado ao distribuirmos os internos nos estabelecimentos justamente para evitarmos que vidas sejam ceifadas”, declarou.   


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.