quinta-feira, 10 de outubro de 2013

SSP apresenta integrantes de facção criminosa

O secretário de Estado de Segurança Pública, Aluisio Mendes, apresentou, em entrevista coletiva, na tarde desta quarta-feira (9), o balanço da operação deflagrada pelo 9º Batalhão da Polícia Militar, em conjunto com o Grupo Tático Aéreo (GTA) do Maranhão e o Batalhão de Choque, na terça-feira (8), no Araçagi, que resultou na condução de 39 pessoas ligadas a uma facção criminosa.

Todos foram presos durante uma festa promovida pelo bando em uma casa de praia, localizada na Avenida Atlântica, no Bairro Araçagi. O grupo foi levado para a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic). No total, foram 16 pessoas foram autuadas por formação de quadrilha, corrupção de menor, associação para o tráfico e assalto. Durante a ação, os policiais apreenderam também armas, veículos, drogas, dinheiro e várias joias.

Aluísio Mendes disse que os elementos são parte de uma facção criminosa que há algum tempo vinham causando intranquilidade na Região Metropolitana de São Luís. “Graças ao trabalho de investigação minucioso do Serviço de Inteligência e da Polícia Civil pudemos tirar esses elementos de circulação”, disse. Aluísio acrescentou que foram usados os mais variados recursos de investigação para que se chegasse à prisão do bando.

Foram autuados pela Seic, Welliane Correia da Silva, conhecida por Lilica, 26 anos; Ana Paula de Oliveira Maciel, 20 anos; Adeilson Figueiredo dos Anjos, conhecido por Drácula, 21 anos; Leandro Marques dos Santos, o Léo, 23 anos; Luís Augusto Melo Pinheiro, o Caveira, 29 anos; José Roberto Penha Ribeiro, conhecido por Pretinho, 22 anos; Willgson Oliveira Costa, o Will, 19 anos; Cláudio Costa, o Carreirinha, 35 anos; Silas André de Jesus Pereira, 22 anos; Moabe Santos Ferreira, 25 anos; Leilson Barroso Pimenta, o Baé, 21 anos; Jhonathan Ferreira da Silva, 21 anos; Pedro Regivaldo Pinheiro, 41 anos; Alexandre Airton Tavares, 30 anos; Ailton Soares Castro, 33 anos; Euriedes Pereira Almeida, o Bob, 28 anos.

Dos 39 conduzidos, 13 foram identificados como menores de idade. Na ação, a polícia apreendeu três armas de fogo, sendo uma pistola PT40, uma pistola calibre 380 e um revólver calibre 38; 13 munições de calibre ponto 40; 12 munições de pistola 380; cinco munições de calibre 38; 500 gramas de maconha; cinco veículos, sendo um Astra branco, placas NNC 8710; um  Peugeot bege, placas NHB 2953; um Corsa branco, placas NNH 4670; um Fiat vermelho, placas ADR 5828; Motocicleta Kasinski, placas NXC 2533; além de 27 celulares; dois notebooks; a quantia de R$ 1.238,90 em espécie e várias joias.

De acordo com informações do superintendente Estadual de Investigações Criminais, Augusto Barros, elementos como Leilson Barroso, conhecido como Baé, Danilo, morto em confronto com a polícia, Welliane Correia e Ana Paula estavam com mandados de prisão em aberto pelo crime de tráfico de drogas.

“Dentre os detidos, identificamos Euriedes Pereira, que estava envolvido no arrastão ocorrido na Praia do Meio, no domingo (6), e ainda um menor suspeito de sequestrar e assassinar o empresário Daniel Smith, crime ocorrido em setembro deste ano”, acrescentou o delegado Augusto.

O tenente-coronel José Frederico Pereira, comandante do 9º BPM esclareceu que o trabalho de investigação do Serviço de Inteligência foi determinante para o êxito final das ações. “A operação contou com cerca de 40 policiais e foi desencadeada a partir de denúncias e vários levantamentos a cerca da movimentação do grupo, e a partir dessas informações amamos o cerco e efetuamos as prisões”, explicou.

Participaram também da coletiva, o subcomandante geral da Polícia Militar, coronel Edilson Gomes; e o subdelegado geral da Polícia Civil, Marcos Affonso Júnior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.