domingo, 10 de novembro de 2013

Após enterro de PM, associações decidem falar sobre crise

Está prevista para a manhã de amanhã (11), uma entrevista coletiva para a imprensa com as associações militares da capital. Os representantes da categoria já estiveram reunidos este domingo para discutir a crise na segurança pública no Estado e não descartam possibilidade de greve. 



O estopim foi morte do policial Francinaldo Costa Pereira, no trailer da PM, na Vila Nova. O enterro do policial (foto) aconteceu esta tarde no cemitério Jardim da Paz, no Maiobão. O autor do crime ainda não teve identidade revelada, mas há informação de que um homem conhecido como “ Picachu”, que teria comandado a ação criminosa, foi morto esta tarde junto com outro comparsa não identificado. A Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC) não confirmou o fato. 




Uma das medidas urgentes que devem ser exigidas será a retirada dos trailers da PM, que segundo os militares não tem condições de serem utilizados diante da atual estrutura. Além disso, há cobrança por viaturas com pelo menos três militares em serviço e distribuição de armamentos e coletes permanentes aos policiais.




A assembleia geral das associações militares do Maranhão está marcada para 18 horas desta segunda-feira, na FETIEMA.




Hoje o Comando da PM já anunciou a substituição gradativa dos trailers. "Num primeiro momento, todos serão reforçados e gradativamente esse modelo será substituído", declarou o comandante de Policiamento Metropolitano, Franklin Pacheco.




Quatro mil armas da reserva de armamento também devem ser entres aos policiais para melhorar a segurança. 

IDIFUSORA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.