terça-feira, 26 de novembro de 2013

Governadora Roseana inaugura Restaurante Popular do Coroado, a 4ª unidade de São Luís


A governadora Roseana Sarney inaugurou, nesta terça-feira (26), o Restaurante Popular do Coroado (Coroadinho), que fica localizado na Avenida dos Africanos, 100B. Ao descerrar a placa, ao lado dos secretários Fernando Fialho (Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar) e Luís Fernando Silva (Infraestrutura), a governadora destacou que o restaurante do Coroado é o quarto de seis que serão inaugurados em São Luís.

“Estes restaurantes garantem comida de qualidade a um preço simbólico de R$ 1,00 e também revolucionam a economia porque compra os produtos de pequenos agricultores e ajuda muito, principalmente, as famílias mais necessitadas”, assinalou Roseana Sarney.
Na ocasião, a governadora anunciou que o Governo do Estado vai construir mais 20 Restaurantes Populares no interior, visando garantir segurança alimentar e nutricional a famílias de baixa renda, trabalhadores informais, idosos, estudantes, aposentados e famílias inscritas no Cadastro Único (Cadúnico).

Roseana Sarney aproveitou o momento para convidar os usuários dos restaurantes e a população em geral, para escolher o nome que será dado às unidades. “Vamos lançar um concurso e são vocês que vão escolher o nome que vamos dar a estes restaurantes”, disse.

Os outros dois restaurantes de São Luís serão entregues nos bairros Liberdade e Maiobão. O da Liberdade, segundo informou o secretário de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar, Fernando Fialho, será inaugurado ainda este ano. A ação visa garantir segurança alimentar das populações, com base no princípio do direito humano à alimentação adequada.

Participaram ainda da inauguração os secretários Catharina Bacelar (Mulher), José Ribamar Vieira (Gabinete Militar), José Torres (adjunto da Sectec), Kleber Gomes (adjunto de Segurança Alimentar), Socorro Haickel (adjunta de Administração e Finanças), a deputada estadual e presidente da Frente Parlamenta de Segurança Alimentar, Francisca Primo, agricultores familiares e populares.


Após a inauguração a governadora visitou as instalações do restaurante cumprimentou famílias que estavam fazendo a refeição no local e recebeu o carinho e agradecimento dos presentes.

Cardápio variado
A exemplo dos outros restaurantes já inauguradas pelo governo, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar (Sedes), o restaurante do Coroado vai fornecer diariamente mil refeições. Com o cardápio variado, preparado de acordo com a orientação de nutricionista, o restaurante tem atraído pessoas como a dona de casa Vera Lucia Castro que, juntamente com seus três netos, tem feito suas refeições na unidade alimentar.

"A gente tem muito afazeres e nem sempre podemos fazer uma alimentação saudável como a que comemos aqui", contou dona Vera Castro, que é diabética e disse que a comida do restaurante, feita com todo o cuidado, garante uma boa alimentação para crianças, jovens e pessoas como ela, que têm problema de saúde. “Aqui, a comida é com pouco sal, com pouca gordura e ainda temos salada, que na maioria das vezes não temos em casa”, completou.

Quem também comemora a instalação dos restaurantes populares pelo governo são os agricultores familiares. A produtora rural Luciana Domingues, do polo agrícola de Panaquatira, conta que com a venda dos produtos para o restaurante a renda de todas as famílias que trabalham no polo aumentou. “Com estes restaurantes, todo mundo ganha: ganha o agricultou que tem mais um mercado para seus produtos e a população, que tem um alimento de qualidade, fresquinho”, destacou. Cerca de 30% dos produtos utilizados para a fabricação dos alimentos são provenientes de polos de pequenos agricultores.


O secretário Luis Fernando Silva destacou que o Restaurante Popular é um empreendimento de inclusão social e produtiva. “Além de garantir alimentação de qualidade, ele gera emprego e renda quando compra da agricultura familiar e dos pescadores artesanais os produtos que serão oferecidos no restaurante”, observou. 

Segurança alimentar
Os restaurantes populares têm como objetivo garantir a segurança alimentar e nutricional da população de bairros onde há grande concentração de famílias de renda ainda baixa. Atualmente já estão em funcionamento também os restaurantes nos bairros Vila Luizão, Anjo da Guarda e Cidade Olímpica.

Balanço recente feito pela Sedes constata que já foram servidas 621.251 mil refeições neste restaurantes, no período de junho de 2012 a novembro deste ano. As unidades de alimentação são um forma do Governo proteger, informar, monitorar, fiscalizar e avaliar a efetivação dos direitos humanos à alimentação adequada.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.