domingo, 10 de novembro de 2013

Policial militar, executado pelo crime organizado, é velado em clima de revolta de familiares e PMs. Violência força secretário a interromper pré-campanha para deputado federal
















O corpo do policial militar Francinaldo Sousa Pereira, de 42 anos, está sendo velado em sua residência, no bairro Areinha. Dezenas de policiais acompanham o velório, em clima de revolta com essa onde de ataques contra integrantes da corporação. A revolta maior é com o descaso do governo, apontado como o principal responsável por essa onda de violência que toma conta de todo o Maranhão.

Francinaldo foi executado com 18 tiros na noite de ontem, sábado(09), quando se encontrava de serviço, sozinho, no trailler da PM no bairro Vila Nova.


Inconformados com essa situação de violência, policiais e bombeiros militares realizam assembleia geral da categoria amanhã, segunda-feira(10), às 18h, na sede da FETIEMA, na praça da Bíblia. Vão deliberar sobre uma possível paralisação geral em todo o Maranhão, até que o governo atenda às reivindicações da categoria.
  

Mais uma delegacia atacada neste domingo


















A onda de violência, imposta por facções criminosas, varou a madrugada e chegou a diversas delegacias de polícia em São Luís. Por volta de 5h50 da manhã deste domingo, criminosos dispararam tiros contra a viatura que estava estacionada em frente ao 9° DP do bairro São Francisco.



No momento desse ataque, somente seguranças de uma empresa terceirizada estavam na delegacia, mas já estavam avisados sobre a possibilidade de ataques. No entanto, não tiveram tempo de reagir á ação dos bandidos.
  

Aluísio Mendes cancela solenidade de entrega de viatura em Urbano Santos
  

Em pré-campanha para a Câmara Federal, o secretário de segurança, Aluísio Mendes, comandaria, neste domingo, uma solenidade de entrega de viatura à Guarda Municipal de Urbanos Santos. No entanto, a onda de violência que tomou conta da região metropolitana de São Luís fez o secretário adiar a solenidade.
  

Em contato com um blog, um morador de Urbano Santos manifestou indignação com a situação. “A preocupação do secretário é só com a candidatura a deputado federal. Com essa violência toda, nem ele, nem essa governadora irresponsável, vão se eleger a nada. O povo do Maranhão está refém da violência e eles preocupados somente com campanha antecipada. O Maranhão está dominado pela bandidagem e até hoje não ouvimos a governadora dizer nada sobre tudo isso”, disse o informante do blog.

Retirado do Blog Gilberto Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.