quinta-feira, 7 de novembro de 2013

SSP e parceiros planejam segurança durante jogo do Sampaio Corrêa com o Vila Nova

O Sistema de Segurança Pública estará mobilizado para garantir a ordem e a tranquilidade durante o jogo entre Sampaio Corrêa (MA) e Vila Nova (GO) pela semifinal do Campeonato Brasileiro da Série C, neste sábado (9), no Estádio Castelão, em São Luís. A estimativa, segundo a Federação Maranhense de Futebol (FMF) é a de que 40 mil torcedores compareçam ao estádio.
Foto 1 - SSP - planejamento
Reunião para organizar a segurança durante jogo do Sampaio Corrêa com o Vila Nova
Uma reunião para planejar o trabalho foi realizada, nesta terça-feira (5), no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar, pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), por meio do Comando de Policiamento Metropolitano (CPM), em conjunto com órgãos estaduais, municipais, associações e entidades ligadas ao esporte.
Para o jogo, a SSP irá reforçar o aparato das forças policiais, diante da grande expectativa e o número de pessoas que devem ir ao Castelão, de forma a fazer um trabalho mais intensivo e estratégico, possibilitando que os torcedores se sintam mais seguros e tranquilos.
Cerca de 400 profissionais estarão atuando no patrulhamento, fiscalização e abordagens, de forma a oferecer segurança aos cidadãos. Haverá, também, operações voltadas para coibir a comercialização de ingressos falsificados e a atuação de cambistas.
Participaram do encontro, representantes da Federação Maranhense de Futebol (FMF), da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) e da diretoria do Sampaio Corrêa e líderes de torcidas organizadas.
Presentes, também, representantes das secretarias de Estado da Saúde (SES), de Infraestrutura (Sinfra), Esporte e Lazer (Sedel); Prefeitura, Ministério Público, Guarda Municipal, Blitz Urbana, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e da Companhia Energética do Maranhão (CEMAR).
Segundo o comandante de Policiamento de Guarda Independente (CPGd Ind) Major José Jessé Costa, a reunião integrou os órgãos e entidades na realização de um trabalho conjunto na parte interna e externa do estádio. “Estamos nos aperfeiçoando sobre os direitos do torcedor, aprimorando os trabalhos que são realizados no Castelão e, com isso, vamos fazer o futebol maranhense cada vez melhor”.
Na parte externa do Castelão serão usadas 10 viaturas, 10 motocicletas e 12 conjuntos montados (policial+cavalo). Já na área interna, serão empregados 24 homens do Batalhão de Choque (BPChoque) 4 conjuntos de Canil, 4 pinças para atuarem no gramado e 100 policiais a pé, totalizando 184 homens. Já a SMTT terá 50 agentes e mais 40 da Guarda Municipal, 80 do Corpo de Bombeiros, 25 da Blitz Urbana, além de duas ambulâncias da (SAMU) que ficarão de prontidão para realizar os atendimentos e procedimentos de primeiros socorros que se fizerem necessários no decorrer do jogo.
Investigações
O delegado Joviano Furtado, coordenador da Supervisão de Área Integrada de Segurança Pública (Saisp) Norte informou que a Polícia Civil vai reforçar as equipes do Plantão do Cohatrac para atender as ocorrências registradas na área do estádio. “Somente para atuar diretamente no local, teremos uma equipe de oito policiais e duas viaturas”, disse.
Joviano Furtado destacou que a Polícia Judiciária vai investigar e fiscalizar a venda de ingressos falsos, conforme denúncias recebidas do jogo passado, a fim de que os autores sejam detidos. “Nós também vamos identificar os cambistas e puni-los sobre a venda de ingressos por valores elevados”.
De acordo com o Major José Jessé, o Serviço de Inteligência do Comando Geral juntamente com a Inteligência do 1º BPM e a Polícia Civil vão investigar e fiscalizar a confecção dos ingressos com o intuito de combater esta prática criminosa que causa prejuízos tanto ao cidadão como as entidades e os clubes de futebol.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.