quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Bombeiros celebram 110 anos com homenagens e entrega de medalhas


Em noite de homenagens, o Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) comemorou 110 anos de fundação, nesta terça-feira (3), no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana. A solenidade, que teve presença do secretário de Estado de Segurança Pública, Aluísio Mendes, no ato representando a governadora Roseana Sarney, foi conduzida pelo comandante-geral do CBMMA, João Wanderley Costa.

Na ocasião, 400 Medalhas Alferes Moraes, a mais alta comenda concedida pela corporação, foram entregues a personalidades, pelos seus relevantes serviços prestados ao Corpo de Bombeiros e à sociedade. Entre os homenageados, estavam secretários de Estado, como Fábio Gondim (Gestão e Previdência), Jura Filho (Turismo) e Victor Mendes (Meio Ambiente), autoridades do Judiciário, empresários, imprensa e membros de corporações de outros estados.

“Essa é uma data para celebrarmos, pois os Bombeiros têm um trabalho consolidado na comunidade, honrando a farda e sempre trabalhando para o bem comum”, destacou o coronel João Wanderley Costa. Também participaram da cerimônia, ex-comandantes, coronéis da corporação e familiares dos militares e dos agraciados.

Aluisio Mendes destacou a importância das ações dos bombeiros para a tranquilidade da população. “Trata-se de uma instituição com trabalho reconhecido pela sociedade. Os bombeiros são os que primeiro chegam para socorrer as vítimas nos momentos de catástrofe, de necessidade, e são os últimos a sair. Por essa razão, eles são amados pelo povo maranhense. Qualquer pesquisa realizada em nível nacional aponta que o Corpo de Bombeiros é uma das instituições mais respeitadas do Brasil”, disse o secretário, que foi agraciado com a comenda em ocasião anterior.

O secretário Fábio Gondim agradeceu a homenagem e destacou que ela é resultado de seu trabalho na pasta. “Esta medalha eu dedico a todos os servidores, exatamente por ser um reconhecimento ao meu trabalho junto ao Governo do Estado do Maranhão”, disse Gondim.  

História
CBMMA foi criado pela Lei nº 294, de 16 de abril de 1901, que autorizava a criação de um serviço de combate ao fogo. Apesar dessa determinação, somente no ano de 1903 o serviço foi oficializado por um ato do vice-governador do Estado, Alexandre Colares Moreira Júnior, que criou uma Seção de Bombeiros, encarregada do serviço de extinção de incêndios, comandada por um oficial do Corpo de Infantaria do Estado: Alferes Aníbal de Moraes Souto.

A Seção tinha, além do comandante, um 1º Sargento, dois 2º Sargentos, um Furriel, dois cabos e 30 soldados. Essa era a primeira equipe encarregada de combater incêndios no Maranhão. Aos poucos, a Seção foi se estruturando, mas os registros históricos são insuficientes para se contar a sua trajetória com precisão. Sabe-se que o Corpo de Bombeiros funcionou na Rua da Palma, no centro da cidade, e que durante algum tempo foi municipalizado. Em 1926, a Lei Estadual nº 1264 incorporou a Seção de Bombeiros à Polícia Militar. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.