segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Candidatos ao cargo de delegado iniciam Curso de Formação

Os 155 candidatos ao cargo de delegado da Polícia Civil do Maranhão iniciaram, nesta segunda-feira (13), o Curso de Formação Profissional. Esta fase consiste na última etapa do concurso público promovido pelo Governo do Estado, no qual foram ofertadas mais de duas mil vagas para diversos cargos das polícias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros.

A cerimônia de abertura ocorreu no auditório do Palácio Henrique de La Roque, no Calhau, em São Luís.  Após o período de formação na Academia Integrada de Segurança Pública (Aisp), os candidatos tomarão posse e serão nomeados e passam a reforçar as ações de segurança em todo o Estado.

Presentes à solenidade os secretários de Estado de Segurança Pública, Aluisio Mendes e de Gestão e Previdência, Fábio Gondim; a delegada geral de Polícia Civil, Maria Cristina, além de alunos e gestores do Sistema de Segurança.

Ao todo foram inscritos 7.660 mil candidatos para o cargo de delegado. A realização de todas as etapas do processo seletivo é de responsabilidade da Fundação Getúlio Vargas (FGV).


Aluisio Mendes ressaltou a importância do concurso público para o desempenho das funções da Polícia Judiciária. “Fizemos o maior concurso da área de Segurança Pública já vista no Maranhão. Sem dúvidas, vocês já são vencedores, porém precisam compreender que o trabalho policial exige sempre muita dedicação. Saibam que temos no Maranhão uma das Polícias Civis mais atuantes de todo o Brasil. Nenhum crime de grande repercussão ficou sem solução, ainda que tenham alguma dificuldade, isso prova a excelência do quadro que forma a polícia judiciária desse Estado”, comentou.

O secretário Fabio Gondim explicou aos candidatos que diversas ações têm sido feitas pelo Governo do Estado a fim de valorizar o servidor público. “Após um longo processo de adequação no edital e de longa caminhada, estamos, efetivando a última etapa do concurso. Nós, enquanto Governo do Estado, e também como cidadãos, esperamos muito de cada candidato. Em breve vamos implantar a terceira etapa do plano de cargos e carreira e esses novos profissionais já vão entrar no serviço público com um acréscimo nas suas remunerações”, disse.

Aulas
As aulas serão ministradas na Academia Integrada de Segurança Pública (Aisp), no Parque Independência. A previsão é que o curso se estenda até o dia 27 de março. Os candidatos receberão noções de temas como: Armamento e Tiro, Defesa Pessoal, Direitos Humanos aplicados à atividade policial, Inteligência Policial, Investigação Policial, Investigação de Crimes Cibernéticos, Crime Organizado (Lei nº 9.034/95), Prevenção e Combate às drogas, Prática de Operações Policiais, Sistema de Inteligência da Polícia Civil.

Além do conhecimento teórico os alunos serão submetidos a avaliações práticas. Todas as avaliações possuem caráter eliminatório e classificatório. O edital do certame informa ainda que serão considerados aprovados os candidatos que obtiverem em cada disciplina e também na média geral, nota igual ou superior a cinco, sendo eliminado e automaticamente desligado do curso, o aluno que obtiver nota inferior.

 “Queremos agregar aos quadros da Polícia Civil membros que se somarão ao efetivo já existente, e assim, aperfeiçoar nossa capacidade de atendimento. O corpo docente estará focado em transmitir aos candidatos os ensinamentos doutrinários para o pleno exercício do serviço público policial, com a eficiência e qualidade necessárias à nossa realidade social, trazendo à luz práticas modernas de investigação policial, onde o respeito ao estado democrático de direito em todos os seus aspectos constitui seu principal alicerce”, ponderou a delegada geral, Maria Cristina Resende.



Expectativa
Na expectativa de concluir com êxito a última etapa do concurso público, um dos candidatos, Fernando Guedes, natural da Paraíba, afirmou está eufórico ante a possibilidade de ser, em breve, delegado de Polícia Civil. “Desde criança quis ser delegado de Polícia Civil. Estou há dois anos me preparando para este concurso e começar este curso é uma satisfação pessoal. Escolhi o Maranhão para morar e os cidadãos podem ter certeza que assim que nomeado, darei o melhor de mim pela segurança do estado”, ressaltou.

Prestigiaram ainda a solenidade o secretário-adjunto de Inteligência, Laércio Costa; o delegado Geral Adjunto, Marcos Affonso Junior; os delegados Katherine Chaves, Augusto Barros e Carlos Veloso, superintendentes de Polícia Civil da Capital, Estadual de Investigações Criminais e adjunto de Polícia Civil do Interior, respectivamente; o diretor da Academia Integrada de Segurança Pública (Aisp), Mauro Costa; além de diretores de órgãos da Polícia Técnico-Científica; o delegado Marconi Chaves, presidente da Associação de Delegados da Polícia Civil do Estado do Maranhão (Adepol) e representantes do Sistema de Segurança.

 
Posse
Os candidatos aprovados e classificados no Concurso Público da Polícia Civil, para os cargos de Auxiliar de Perícia Médico Legal, Escrivão de Polícia, Farmacêutico Legista, Investigador de Polícia, Médico Legista, Odontolegista e Perito Criminal já começaram a comparecer à Supervisão de Recursos Humanos da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), situada à Avenida dos Franceses, s/nº, Bairro Vila Palmeira, em São Luis, no horário das 9h às 12h e das 15h às 18h para tomar posse.


De acordo com a Comissão de Concursos, os classificados têm um prazo de 10 dias úteis, a contar da data de publicação da convocação, para apresentar a documentação necessária para nomeação. O edital com a relação completa dos candidatos aprovados e classificados está disponível nos sites www.segep.ma.gov.br e www.ssp.ma.gov.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.