sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Polícia Civil investiga morte de adolescente em escola na capital

A Polícia Civil deu início ao inquérito policial para apurar o crime que vitimou o estudante Mateus Rodrigues Costa, de 12 anos. O adolescente foi morto por um disparo de pistola 380, dentro da escola Unidade de Ensino Básico (U.E.B.) Paranã I, na manhã desta sexta-feira (10).
Segundo informações policiais, ele se encontrava no banheiro da escola, na companhia de uma adolescente de 13 e outro de 14 anos. Segundo os registros policiais, ele foi atingido com um tiro na boca.
O inquérito está sendo presidido pelo delegado Wang Chao Jen, titular da Delegacia Especial do Maiobão. Segundo ele, os dois adolescentes que se encontravam no momento do ocorrido já foram apreendidos e ouvidos na delegacia.
O delegado detalhou que em depoimento, a adolescente de 13 anos confessou que levou a pistola para mostrar aos colegas e que a arma pertencia a seu irmão. Ainda segundo o delegado, o adolescente de 14 anos contou que pensava que o revólver estaria descarregado, quando, acidentalmente, teria disparado em direção a Mateus.
As informações relatadas em depoimentos, segundo a polícia deverá confirmada com base nos exames periciais do Icrim e do IML, feitos para identificar se há registro de pólvora nas mãos de algum dos envolvidos, inclusive da vítima. O delegado Wang ressaltou ainda que o resultado dos exames deve ficar pronto no prazo de uma semana.
Contra os adolescentes foi lavrado auto de apreensão em flagrante correlato ao crime de homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Eles foram apresentados à Promotoria e em seguida levados ao Centro de Juventude Canaã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.