quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Corpo de fugitivo da cadeia é comido por animais

Um Achado macabro. É o que pode se dizer que aconteceu na cidade de Balsas, onde um fazendeiro se deparou com partes do corpo humano.

O corpo já foi identificado e seria de Erisvaldo Santos Silva, 20 anos, que fugitivo da Unidade de Ressocializalção de Balsas. As partes do corpo foram jogado nas proximidades do Assentamento São Cardoso , ás margens da BR-230, no município de Balsas, distante a 817 quilômetros de São Luís. O corpo já estava em adiantado estado de putrefação.
Segundo as informações do delegado Eduardo Galvão, titular da Delegacia Regional de Balsas, Erisvaldo Silva é natural de Balsas e cumpria pena por Assalto Majorado (crime usando o emprego de armas e o concurso de pessoas).
Ainda de acordo com o delegado, as partes do corpo poderiam ter sido dilaceradas e separadas por algum animal, mas que apenas uma perícia mais precisa poderia confirmas as causas da morte.
As investigações apontam que Erisvaldo Santos teria fugido e entrado em contato com uma irmã, dizendo que tinha escapado da cadeia por estar sendo ameaçado de morte dentro da unidade prisional. O corpo do suspeito foi reconhecido por uma irmã e um primo.
A própria irmã de Erisvaldo Silva informou que ele teria fugido do presídio no dia 5 de janeiro e foi visto pela última vez no dia 1° de Fevereiro. Alguns dias depois entrou em contato com a irmã por telefone para dizer que estava viajando.
Os restos mortais de Erisvaldo foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Imperatriz para a realização de exames que confirmaram a causa mortis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.