sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Fapema Lança Editais 2014


Com o objetivo de fomentar a pesquisa e a produção científica no Maranhão, a Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema) lançou, ao final da tarde de quinta-feira (13), o conjunto de editais que terão lançamentos específicos ao de 2014. O evento foi realizado no auditório da nova sede da Fundação, no Jardim Renascença, em São Luís, que, na ocasião, foi inaugurada oficialmente. Presentes, a presidente da Fapema, Rosane Guerra; secretários de Estado de Ciência e Tecnologia, José Costa e de Cultura, Olga Simão; representantes de instituições de ensino, pesquisadores, estudantes, imprensa e outros convidados.

Serão 46 editais divididos entre bolsas, auxílios, convênios federais, programas de divulgação científica, apoio à inovação nas empresas e projetos estratégicos para o Maranhão. Dentre os quais, vale citar os editais de apoio aos programas de acervos museológicos e coleções biológicas e arqueológicas; o de apoio à aquisição de equipamentos de grande porte para universidades; o do Programa Maranhão Faz Ciência; o da formação da Rede de Pesquisa da Baixada Maranhense; e o do Prêmio Fapema, que reconhece e premia o trabalho dos pesquisadores no final do ano.

Entre os editais com maiores recursos estão o de Apoio a Projetos de Pesquisa Básica e Aplicada em todas as áreas do conhecimento (Universal), que vai disponibilizar com R$ 3 milhões; e o Programa de Apoio a Inovação em Microempresa e Empresas de Pequeno Porte (Tecnova) com recursos de R$ 4 milhões.

"Além dos editais já lançados em anos anteriores, a Fapema traz algumas chamadas inéditas como o Maranhão Mais Música, que estimula a criação de bandas e fanfarras e o aprimoramento das competências artísticas, no âmbito musical, de estudantes de escolas públicas do estado; o de apoio a obras literárias; e a Rede de Pesquisa Piracema, que financia trabalhos utilizados no melhor conhecimento sobre o período de defeso dos rios maranhenses", enumerou a diretora-presidente da Fundação, Rosane Nassar Meireles Guerra.


O lançamento de editais simultâneos foi feito pela Fapema pela primeira vez em 2009, quando foram anunciados 10 editais. A iniciativa pioneira, além de replicada por instituições de fomento de outros estados, ganhou força no Maranhão. "A repercussão positiva também pôde ser observada através do grande número de inscrições. Isso fez com que a iniciativa se repetisse nos anos seguintes, com números cada vez mais expressivos de editais, recursos e pesquisas, graças às demandas da própria comunidade", frisou Rosane Guerra.

Durante o lançamento, o secretário de Estado de Ciência e Tecnologia, José Costa, destacou o aumento dos recursos destinados à área de Ciência, Tecnologia e Inovação pelo Governo do Estado. "Isso demonstra o esforço da Governadora Roseana Sarney em fomentar a pesquisa, a inovação e a difusão dentro das unidades de pesquisa e das empresas contempladas nos editais", disse.

Os reitores da Uema, José Augusto Oliveira e da Universidade Ceuma, Marcos Barros, destacaram a importância dos editais para o fomento da pesquisa no Estado. "A Fapema tem um papel muito importante para o desenvolvimento científico e tecnológico do Maranhão. As instituições do estado do Maranhão que se dedicam a pesquisa acadêmica e científica são extremamente contempladas com esses editais", observou José Oliveira. "Esses editais são uma mola propulsora para o desenvolvimento do nosso Estado. É muito importante esse trabalho da Fapema no crescimento da nossa sociedade como um todo e vem estimulando mais e mais os nossos professores e pesquisadores a estarem desenvolvendo pesquisas não só científica, mas voltadas para a comunidade de uma maneira geral", completou Marcos Barros.

Nova sede
A nova sede da Fapema fica localizada na Rua Perdizes, nº 05, quadra 35, Jardim Renascença. Além das salas em que estão distribuídos os setores, o espaço abriga ainda uma biblioteca onde estão expostos o acervo de obras publicadas com o apoio da Fapema, disponíveis para consulta local, e um auditório com capacidade para cerca de 80 pessoas. "A nova sede vai oferecer mais conforto e mais celeridade aos processos da Fundação", garantiu a diretora-presidente da Fapema.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.