sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Polícia Civil deflagra operação de combate ao tráfico de drogas na região Norte do estado

Uma megaoperação coordenada pela Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), com apoio de investigadores e delegados da 5ª Delegacia Regional de Pinheiro, e, ainda, de Cedral, Cururupu e com apoio do Grupo Tático Aéreo (GTA), culminou com a prisão de quatro pessoas e na apreensão de um adolescente. As incursões foram concentradas nas cidades de Cedral e Cururupu e objetivaram combater a comercialização e a distribuição de drogas nas duas cidades. Em um dos pontos da operação, três membros da mesma família foram detidos por envolvimento com o tráfico de drogas.

As ações foram desencadeadas após investigações que apontaram a movimentação de drogas na região Norte do estado. Os levantamentos policiais tiveram início no final do ano passado. Em Cururupu foram cumpridos mandados de busca e apreensão.As ordens judiciais foram expedidas, na última quinta-feira (13), pelo juiz titular da Comarca de Cururupu, Celso Serafim Júnior.

Os trabalhos contaram com cerca de 50 homens, entre delegados, investigadores e policiais, divididos em várias equipes e ainda homens do GTA.

Na primeira parte da operação, deflagrada na cidade de Cedral, as equipes policiais efetuaram as prisões de Eliane Silva Tavares, conhecida como “Nilde”, 44 anos; Charles Silva Tavares, 25, filho de Nilde, e Inácio Daniel de Abreu.  No momento da abordagem foi apreendido um adolescente, também filho de Eliane.

A prisão ocorreu na residência da família localizada na Rua Beira-Mar, no bairro Outeiro, município de Cedral. No local foram apreendidos 90 papelotes de maconha, 2 pés de maconha no quintal e  uma  garruncha, arma de fabricação caseira.

Todos foram conduzidos à delegacia de Cururupu e foram autuados em flagrante delito pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Eliane Silva Tavares foi autuada também por posse ilegal de arma de fogo. Os flagrantes foram lavrados pelo delegado Marcio Fabilio Portela Leite, titular da delegacia de Cururupu.

 “Fizemos todo o trabalho de investigação, monitorando a movimentação dessas pessoas e depois de constatado o envolvimento delas com o tráfico de drogas, solicitamos ao Poder Judiciário que expedisse os mandados, que foram cumpridos. Vamos ainda deflagrar operações em outras partes do estado a fim de inibir a comercialização de drogas e ainda outros crimes”, detalhou o delegado Jair Lima de Paiva, superintendente de Polícia Civil do Interior.

Dando continuidade a operação, na manhã desta sexta-feira (14), em Cururupu, foi preso Lucivaldo Chaves Nunes, o “velho”, de 26 anos. Ele foi detido na própria residência, na Travessa da Urana, nº 66, Bairro Maranhão Novo.  Houve incursões ainda nos bairros Jacaré, Bairro de Fátima, Brasília, Areia Branca e ainda no povoado Lisboa.

Durante uma revista na casa de “velho”, a polícia apreendeu quatro armas de fogo, sendo três espingardas e uma de fabricação caseira, calibre 22 e ainda trinta e quatro cabeças de crack, além da quantia aproximada de R$ 500, que, segundo as investigações, era resultado da venda de droga.

Lucivaldo Chaves Nunes foi conduzido à Delegacia de Cururupu e autuado em flagrante delito pelos crimes de tráfico e posse ilegal de arma de fogo. O flagrante foi lavrado pelo delegado Marcio Fabilio Portela Leite.

Informações policiais apontam ainda que Lucivaldo Chaves já responde pelo crime de homicídio. Todos os detidos estão custodiados na delegacia de Cururupu à disposição da Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.