segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Quadrilha de assaltantes de banco é presa em Gonçalves Dias


Uma ação conjunta da 13ª Delegacia Regional e da 11ª Companhia Independente desarticulou uma quadrilha de assaltantes especializada em assaltos a agência dos Correios no interior do estado, na sexta-feira (14). As prisões ocorreram nos municípios de Gonçalves Dias e Presidente Dutra.

Na ação foram presos Walace Silva Soares, 23 anos, conhecido como “Walas”; a namorada dele, Edna Rosa Arouche Santos, 19; Jurandi Rodrigues da Silva, “Juranda”, 40; e Tainá Carla Santos Mendonça, 18 anos. Na ocasião, um adolescente foi apreendido. Ele seria namorado de Tainá.

O bando é suspeito de assaltar as agências do Correios das cidades de Dom Pedro, no mês passado; Gonçalves Dias, duas vezes, também, no mês passado e em novembro de 2013; da cidade de Graça Aranha, na quinta-feira (13), além de um posto de combustível da cidade de Graça Aranha no mês passado. Do posto, os assaltantes levaram R$ 45 mil. Os Correios não informaram à polícia a quantia roubada de cada agência.

O delegado plantonista, Sebastião Wagner Bezerra, informou que “Juranda” era quem fornecia as armas e as motocicletas usadas nos assaltos. Walace, Edna, Tainá e o adolescente apreendido residem em São Luís, no bairro Jardim Tropical. As mulheres davam suporte nas ações.

Walace foi detido na sexta-feira (14), por volta das 14 horas, em uma barreira policial na MA-356, estrada que dá acesso aos municípios de Governador Archer e Gonçalves Dias. A barreira foi montada devido ao assalto que houve na agência dos Correios da cidade de Graça Aranha.

Segundo informações policiais, o criminoso tentou fugir do cerco policial, mas se chocou em uma cerca de arames. Walace teve um ferimento na perna e foi conduzido ao Hospital Socorrão, da cidade de Presidente Dutra. A dupla estava em uma motocicleta Fan 150, de cor preta e placas NXC 7552. O veículo pertence a “Juranda”. As imagens registradas pelas câmeras da agência ajudaram a identificar os assaltantes.

Com Walace, os policiais apreenderam uma pistola 9 mm de uso restrito. Ele tem duas tatuagens em um dos braços com os artigos 121, homicídio, e 157 assalto.
O delegado Sebastião Wagner Bezerra informou que o adolescente é suspeito de integrar uma facção criminosa. Na delegacia, o adolescente e Walace  confessaram que conseguiam as armas com “Juranda”.

Apreensões
Uma equipe policial se deslocou à casa de Juranda, na Rua dos Carneiros, nº 2750, bairro Maioba, em Gonçalves Dias. No local, os policiais apreenderam um revólver, calibre 38, com numeração raspada; a quantia de R$ 560; as roupas usadas pelo adolescente no dia do assalto da agência dos Correios de Graça Aranha e uma identidade falsa, pertencente à Jurandi. No documento, constava o nome de José Rodrigues da Silva. O RG era expedido pelo Distrito Federal.

Jurandi e Tainá, que estava na residência dele, foram conduzidos à delegacia regional, por volta da meia-noite de sexta-feira (14). Durante a noite, Edna foi presa no Hospital Socorrão II. Ela estava acompanhando o namorado.

As investigações apontaram que os assaltantes ficavam hospedados na residência de Juranda quando iam praticar algum assalto e depois retornavam para São Luís.

Tainá Carla Santos Mendonça e Edna Rosa Arouche Santos foram autuadas pelo crime de Formação de Quadrilha. Walace Silva Soares foi autuado pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e formação de quadrilha armada. Jurandi Rodrigues da Silva foi autuado por posse ilegal de arma de fogo, falsidade documental e formação de quadrilha.

Os procedimentos foram lavrados pelo delegado plantonista, Sebastião Wagner 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.