sexta-feira, 28 de março de 2014

Comando da PM afirma que população não será prejudicada por movimento de pequeno grupo de militares

O Comando Geral da Polícia Militar do Maranhão (PMMA) garantiu, nesta quinta-feira (27), que a população maranhense não será prejudicada pelo movimento iniciado por um pequeno grupo de militares. O subcomandante da PMMA, coronel João Nepomuceno, destacou que a maior parte do efetivo continua trabalhando normalmente. “Essa mobilização é ilegítima e tem caráter político. O Governo do Estado já atendeu a diversas solicitações, garantindo muitos benefícios para a categoria”, ressaltou.

Segundo o coronel, o movimento reúne poucos militares, que dizem representar toda a instituição. “A PM está fazendo todo esforço para que não haja prejuízo na área de segurança pública, pois a população não pode pagar com insegurança por conta dessa manifestação política de alguns militares”, destacou o subcomandante.

O coronel Nepomuceno esclareceu que, na pauta de solicitações estão questões resolvidas como o armamento, fardamento e a melhoria salarial. A polícia está aguardando nova remessa de armas para atender a todo o contingente; o novo uniforme deve ser distribuído a partir da próxima semana; e quanto ao reajuste, o governo garantiu o percentual de 7%, referente ao mês de março.

“Além disso, o governo anunciou ajustes nas gratificações, em percentuais diversos, por exercício de função, cujos novos valores já serão pagos a partir do mês que vem. Outro avanço, é a garantia ao policial de levar para a reserva a mesma remuneração da última patente, mesmo que não fique por cinco anos em exercício no último posto”, observou.

O subcomandante destacou que o governo continua aberto ao diálogo. “Já sanamos alguns pontos e esperamos que os militares reconheçam o esforço do Governo do Estado para garantir as melhorias e voltem ao trabalho”.

Coronel Nepomuceno ressaltou que o trabalho dos policiais nas ruas vai continuar, as barreiras serão reforçadas e haverá uma operação especial para combater o roubo a ônibus. “As nossas operações vão continuar sendo desenvolvidas. O efetivo da PM seguirá nas ruas e dentro dos presídios”, garantiu.

Benefícios concedidos aos Policiais e Bombeiros
Militares do Estado do Maranhão

·        Realização do maior concurso na área de segurança pública, com a nomeação de 1.677 militares aprovados no certame, sendo: 1.555 para o cargo de soldado policial militar e 122 para o cargo de soldado bombeiro militar;

·        Encaminhamento de Projeto de Lei Complementar que visa modificar regra de aposentadoria/reforma, objetivando o recebimento de proventos integrais, ainda que o militar não fique por cinco anos em exercício no último posto;

·        Cumprimento do acordo firmado com os militares que concedeu reajustes de 20% para o auxílio alimentação e de 26,45% para o subsídio, conforme segue:
a)     Em 2012, reajuste de 10,45% a partir de 1º de março de 2012.
b)    Em 2013, reajuste de 7,0% a partir de 1º de março de 2013;
c)     Em 2014, reajuste de 7,0% a partir de 1º de março de 2014.

·        Reajustes de até 74% das Retribuições Temporárias de Comando ou Chefia, a partir de abril de 2014.

·        Antecipação do reajuste salarial de 5,61%, para novembro de 2014, que estava previsto para ser implementado somente em março de 2015.

·        Assim, em 2014, os militares terão seus subsídios reajustados em 13,0% e, se considerarmos o período de 2012 a 2014, o reajuste acumulado será da ordem de 33,54%;

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.