quarta-feira, 12 de março de 2014

Foragido do Amapá é recapturado em Bacabal

Um trabalho de militares do 15º BPM de Bacabal culminou com a prisão de Hilgo Valério dos Anjos, 30 anos, na segunda-feira (10). Ele foi detido com uma pistola ponto 40 de uso exclusivo das Forças Armadas. Segundo levantamentos policiais, ele tem passagem por tráfico e assalto no estado do Amapá.

A prisão se deu após denúncias repassadas ao Serviço de Inteligência do 15º BPM tendo em vista a atitude suspeita de Hilgo, que se encontrava em uma motocicleta Broz de placas NNG-9554, na Vila Graciete, naquele município. Durante a abordagem verificaram uma mensagem na caixa de envio, em que Hilgo se referia a uma “parada” que renderia cerca de R$ 45 mil. Os policiais suspeitaram da mensagem e se deslocaram à residência do suspeito, localizada no Residencial Por do Sol.

Na casa de Hilgo, os policiais apreenderam a pistola taurus de uso exclusivo das Forças Armadas e Polícias com a numeração FTS 04022, um carregador, duas munições de calibre PT 40, quatro aparelhos celulares, uma balança de precisão, certa quantia de crack e a quantia de R$ 610. Segundo relatos do suspeito, a motocicleta em que ele foi encontrado é de propriedade de sua companheira.

Após receber voz de prisão, ele foi levado para a 16ª delegacia de Bacabal e foi autuado em flagrante pelo crime de posse ilegal de arma de fogo de uso restrito e posse ilegal de munição.

Crimes
Com base em levantamentos feitos pela polícia, Hilgo tem passagens pela polícia da cidade de Macapá, no Amapá e São Luís. Em junho de 2010, ele foi detido conduzindo um Corsa Classic, quando trafegava no KM 14 da BR-135. A polícia constatou ainda que ele estava foragido da Penitenciária de Macapá.

Hilgo foi detido em companhia de um homem identificado por Misael Mendes. Ambos apresentaram documentação falsa e foram autuados pelo crime de falsidade ideológica. Em relatos à polícia, os dois criminosos confessaram que teriam sido contratados para matar Marcos Miranda, na época, ex-prefeito da cidade de Bom Lugar.

Um segundo crime que consta na ficha criminal de Hilgo refere-se ao ano de 2009, quando ele foi preso no município de Porto Grande/AP, portando a quantia de meio quilo de crack e a quantia de R$ 2.900 mil. Ele também responde a um processo por assalto na cidade de Macapá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.