quarta-feira, 23 de abril de 2014

Desarticulado esquema de venda ilegal de motos e suspeitos de roubar os veículos são presos

A polícia desarticulou um esquema de venda ilegal de motocicletas no município de Lago da Pedra. As ações policiais objetivavam coibir os crimes de roubo e furto de motocicletas na região. Na ação, oito motocicletas foram recuperadas e duas pessoas, suspeitas de envolvimento nos crimes foram presas. Na ocasião, dez adolescentes também foram apreendidos.
Os presos Francisco Maycon de Sousa Marques, que tem passagem pela polícia pelos crimes de assalto, formação de quadrilha e homicídio, e é foragido da delegacia de Paulo Ramos; e Maurivan Melo Lemos, suspeito de ser autor de vários assaltos. Ele, segundo a polícia, teria fugido da delegacia de Lago da Pedra.
Segundo o delegado Lúcio Rogério Reis, titular de Lago da Pedra, devido o grande número de ocorrências relacionadas a crimes de roubo e furto de motocicletas, as equipes da Polícia Civil vêm trabalhando no sentido de coibir essas práticas criminosas e prender os autores desses delitos. “Com base nesses registros, eu designei uma equipe de investigadores para fazer esse trabalho. Os resultados já começam a aparecer, uma vez que efetuamos várias apreensões e prisões”, pontuou.
A partir de denúncias anônimas as motocicletas foram apreendidas em abordagens realizadas em via pública, bem como nas diversas residências de pessoas que adquiriram os veículos. As pessoas que compraram os veículos foram conduzidas ao distrito policial a fim de prestarem esclarecimentos sobre a origem das motocicletas.
As investigações da Polícia Civil comprovaram que as motocicletas eram roubadas nas zonas rural e urbana de Lago da Pedra e comercializadas dentro da cidade e nos municípios de Lagoa Grande, Paulo Ramos, Vitorino Freire, Arame, Barra do Corda, Zé Doca e Santa Inês.
As vítimas estão sendo intimadas a comparecer à delegacia para que possam ter seus bens restituídos. As investigações vão continuar a fim de identificar se há envolvimento de outras pessoas no esquema criminoso.

Investigações
Durante investigações ficou constatado que o município de Lago da Pedra e cidades vizinhas têm sido alvo preferencial para esta tipologia de crime.
“Em razão da existência de grande número de motocicletas novas e sem emplacamento tem sido o principal alvo dos criminosos. Outro fator que também chamou a atenção da polícia foi que os veículos estavam sendo vendidos e revendidos sem o faturamento das concessionárias, fato este que será investigado pela Polícia Civil”, detalhou o delegado Lúcio.
Ele falou ainda que o alvo preferido dos assaltantes são motocicletas tipo Honda Bros e Honda Pop, que segundo o delegado, são de fácil comercialização e mais valorizadas no chamado “mercado negro”.

Operações
O delegado determinou ainda que toda e qualquer motocicleta encontrada na cidade que não possua nota fiscal, deverá ser imediatamente apreendida e recolhida ao pátio da delegacia ou do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT) da cidade.
Ele enfatizou ainda que é extremamente necessário que os clientes exijam nota fiscal e a vistoria do veículo para emplacamento.
Ainda de acordo com a polícia, foi instaurado um inquérito policial para investigar as concessionárias autorizadas, bem como os revendedores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.