terça-feira, 22 de abril de 2014

Oito pessoas são assassinadas no período da Semana Santa na Ilha

Oito pessoas foram assassinadas no fim de semana na capital maranhense, entre as noites da Quinta-feira Santa (17) e do Domingo de Páscoa (20). Os homicídios, segundo dados da Secretaria Estadual da Segurança Pública (SSP/MA), aconteceram em três municípios que integram a região metropolitana de São Luís, sendo que apenas Paço do Lumiar não registrou casos. Em uma das ocorrências, um adolescente de 14 anos foi linchado por mototaxistas.
A morte de Izídio Neto Machado, de 19 anos, abriu a série de homicídios do referido período. Ele foi atingido por disparos de arma de fogo na Jordoa, quando estava na companhia de dois amigos. A vítima morreu ao dar entrada no hospital, e os seus colegas permanecem internados, pois também receberam tiros. Em menos de três horas depois, por volta das 22h23, na Vila Cafeteira (São José de Ribamar), nas mesmas circunstâncias daquele, Raimundo Nonato Silva Amorim, 29, foi executado, sem que os suspeitos tivessem sido identificados pela polícia.
Na sexta-feira (18), consta do relatório da SSP/MA dois assassinatos, ocorridos no Coroadinho e Vila Riod. As vítimas foram, respectivamente, Matheus Martins Tinoco, 15, e Jeonilson Silva Bezerra, 26. Populares encontraram o primeiro em um terreno baldio, com perfurações de arma branca espalhadas pelo corpo, conforme a perícia analisou. O segundo, por sua vez, morreu após ser atingido por tiros, tendo sido levado, ainda, para uma unidade hospitalar, mas não resistiu aos ferimentos.
Depois de um desentendimento entre dois homens sob efeito de álcool, um deles, Israel Coelho Lima, 34, acabou sendo esfaqueado oito vezes, morrendo, em seguida. O caso aconteceu na Vila Palmeira, no domingo (20), às 5h07. O suspeito, identificado como “Pixote”, fugiu do local, e não foi localizado pelos policiais militares. Em Raposa, por volta das 8h02, no Bairro da Vila Nova, moradores acharam o corpo do pedreiro Gilvancy Pires Reis, 42. De acordo com observações dos peritos, o cadáver – encontrado em um matagal – apresentava várias perfurações de arma branca.

Outro caso semelhante àquele registrado na Vila Palmeira terminou com a morte de Rildocley Alves dos Santos Oliveira, 45, que foi assassinado a tiros dentro de um bar instalado no João de Deus. Confirmações policiais dão conta de que a vítima estava embriagada, e teria iniciado uma discussão com um homem, no mesmo estado de embriaguez. O suspeito conseguiu escapar, depois de desferir os disparos.

Na noite do mesmo dia, Anderson Matos Silva, 14, morreu após ser linchado por mototaxistas no Jardim Tropical 2 – São José de Ribamar. O adolescente teria tentado roubar a motocicleta de um daqueles profissionais, mas acabou sendo amarrado a um poste, onde foi espancado e esfaqueado na garganta.
Do JP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.