segunda-feira, 28 de abril de 2014

Seir realizou oficinas sobre empreendedorismo em Anajatuba, Guimarães e São João Batista

A Secretaria Extraordinária de Igualdade Racial (Seir), em parceria com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar (Sedes) e prefeituras municipais, realizou a Oficina Empreendedorismo e Identidade Étnico Racial, em Anajatuba, Guimarães e São João Batista. A capacitação nos três municípios ocorreu no mês de abril,
Em Anajatuba, a oficina aconteceu no dia 11 de abril, e contou com 51 participantes de 15 comunidades remanescentes dos quilombos de Bairro São Benedito, Bom Jardim, Centro Isidório, Coco, Cumbi, Flexeira, Ladeira, Pedrinha, Ponta Bonita, Retiro, São João da Mata, São José, São Roque, Teso do Bom Prazer e Perimirim.
Em 15 de abril, a oficina aconteceu em Guimarães, com a participação de 14 pessoas das comunidades remanescentes de quilombos do Cumum, Damásio, Guarimandiua, Macajubal e Porto de Baixo. E no dia 24 de abril foi a vez de São João Batista, que contou com a participação de 22 pessoas de 13 comunidades remanescentes dos quilombos de Alegre, Arrebenta, Beirada, Bom Jesus, Capim Açú, Chapada, Conceição, Olho D'água dos Bodes, Enseada dos Silva, Povoado Quiá, Palmeiral, Romana e Santa Rita.

O objetivo da oficina é sensibilizar e mobilizar empreendedores e potenciais empreendedores para o acesso a informações sobre empreendedorismo afro. A oficina faz parte das atividades para instalação do Programa Crescer, do Governo Federal, coordenado pelo Ministério da Fazenda, que facilita o acesso ao crédito orientado para que o público do Programa Brasil Sem Miséria possa ampliar pequenos negócios, incentivando a formalização e a geração de trabalho e renda.
No Maranhão, as ações estão incluídas no Programa Viva Oportunidades, coordenado pela Sedes, em parceria com órgãos públicos, instituições financeiras, sindicatos, lideranças políticas e comunitárias. O programa visa promover a inclusão social e produtiva com oportunidades de capacitação, acesso ao crédito, trabalho e renda para as famílias que ainda vivem em situação de extrema pobreza. Começou no mês de março, pelos municípios de Santa Rita, seguido de Lima Campos e Viana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.