quarta-feira, 30 de abril de 2014

SIMULADO DA DEFESA CIVIL MUNICIPAL NA ÁREA DO PIANCÓ ATINGE OBJETIVOS



                                                                                        Foto: J.Roberto
Com a participação de Agentes da Defesa Civil Municipal, de membros da Guarda Municipal de São Luís (GMSL), representantes das parceiras Plan São Luís e RAV (Resgate Anjos da Vida), comunidade e convidados especiais, foi realizado na 2ª Travessa do Piancó, área do Bairro Anjo da Guarda, na Capital maranhense, o Exercício Simulado de Proteção e Defesa Civil. A receptividade dos moradores do Piancó ao Simulado foi a melhor possível.


O parceiro Euzébio Alves da Silva Filho, do RAV, destacou a importância do Simulado para a área do Piancó. “O Exercício Simulado é extremamente importante, porque é muito constante a incidência de acidentes em áreas remotas, em locais perigosos, em São Luís”, avalia. Por isso, a Defesa Civil Municipal, o Estado, o Resgate Anjos da Vida (RAV) e outras entidades parceiras se preocupam em treinar os profissionais de emergência e também as comunidades envolvidas para, num caso de catástrofe, saberem atuar com agilidade e eficiência, visando, principalmente, salvar vidas preciosas. Sem esquecer que o Simulado é de grande valia para todo mundo.


Segundo Euzébio Alves, o nível do Simulado, para o Maranhão, no tocante a Exercício de Preparação de Resposta para Emergência, é bastante avançado. “Tivemos a grata satisfação em comprovar in loco que a comunidade realmente se interessa e participa ativamente desse treinamento. Na verdade, o foco principal do Simulado é a comunidade. Por isso, nos empenhamos bastante e foi notório o apoio da comunidade em peso, aqui, no Piancó”.


CAPACITAR – Para o Secretário Adjunto e Comandante da GMSL (Guarda Municipal de São Luís), George Bezerra, foi muito importante a participação da Corporação no Simulado da Defesa Civil Municipal, na área do Piancó. “Foi acima de tudo, um treinamento. Temos de capacitar nossos guardas municipais e os agentes e técnicos de Defesa Civil de São Luís para atuarem, e bem, em qualquer situação que aconteça em termos de emergência. E um Simulado desse porte é de suma importância no sentido de treinamento, não só para os membros da Guarda Municipal e da Defesa Civil de São Luís, mas também à população da área. A partir de um Simulado deste porte, a comunidade começará, com certeza, a tomar consciência de que existem áreas que são de risco, e obviamente, elas necessitam de proteção”, finaliza.


INTEGRAÇÃO - Para a Superintendente Elitânia Barros, da Defesa Civil Municipal, o Simulado é de grande importância para todos. “Ele capacita a Defesa Civil Municipal e desperta na comunidade a percepção de risco que perderam ao longo do tempo. Com o Simulado, conseguimos integrar os Órgãos setoriais, como SMTT, Guarda Municipal, CBMMA, Defesa Civil Estadual e Polícia Militar. Ou seja, os órgãos de Resposta a Desastres compareceram e participaram efetivamente do evento, que visou despertar e alertar a população do Piancó, área do bairro Anjo da Guarda, quanto ao risco iminente que corre”.
De acordo com Elitânia, a comunidade do Piancó atendeu ao chamamento da Defesa Civil Municipal, participando ativamente da Simulação. “Isto é muito gratificante. Demonstra que os moradores já refletem muito sobre os riscos que sofrem diariamente”, finalizou.


( B O X  )
RAV PARTICIPA DO SIMULADO
O Resgate Anjos da Vida (RAV) é um grupo que surgiu recentemente em São Luís (MA). Seus membros trabalham de forma voluntária, ajudando a população ludovicense em casos de anormalidades, como enchentes e outras intempéries. O RAV já tem uma parceria com o SAMU, com o Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão e, agora, com a Defesa Civil de São Luís e a Plan. “Estamos aí para apoiar todos os grupos, como no atendimento pró-hospitalar, de urgência e emergência”, destaca Alcidenis de Jesus Maciel da Silva Junior, vice-presidente do RAV. Ele é Bombeiro Civil e socorrista do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). 


O RAV é um exemplo que deve ser seguido por muita gente. Seus membros não medem esforços para garantir um pouco de dignidade àqueles que mais precisam de apoio nos momentos de tragédias, como enchentes e outros tipos de calamidades públicas.
///////

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.