sexta-feira, 4 de abril de 2014

SSP apresenta quadrilha especializada em assaltos a joalherias, agências bancárias e estabelecimentos comerciais

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) apresentou, nesta quinta feira (3), na sede da secretaria, em São Luís, seis integrantes de uma quadrilha especializada em assaltos a joalherias, agências bancárias e estabelecimentos comerciais que estava agindo na capital maranhense. De acordo com Polícia Civil, o bando também é responsável pelos crimes de homicídio, latrocínio, tráfico de drogas, estelionato, extorsão, porte ilegal de arma e assaltos em Goiás.
A operação foi deflagrada pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic). Eles são apontados como os autores dos roubos às joalherias Rosa Rio e Mar de Ouro, localizadas nos shopping Rio Anil e São Luís. No início do ano, conforme investigações da Polícia Civil, eles já haviam assaltado também a Rosa Rio. A quadrilha é apontada por assaltos ao Banco Itaú e a Loja Lacoste, na Avenida dos Holandeses e na Loja Top Surf do João Paulo.

Prisões
Na operação foram presos Gabriel Silvano Ferreira, o Goiano, 26 anos; Fábio Henrique da Silva Santana, o Fabuloso, 26 anos, que já responde por porte ilegal de arma de fogo; Wilqueson Marcelo da Silva, 22 anos, responde por tráfico de drogas; Maikon Barbosa Mendes, 25 anos e Eudjhoson Fernandes da Cruz, 24 anos. Este último, de acordo com investigações da Polícia Civil, vestia trajes diferentes para efetuar os assaltos, e em alguns casos, utilizava perucas e barbas artificiais para disfarçar os atos criminosos. Na ação, também foi preso o maranhense Kléberson Sousa Mendes, 18 anos. 
As prisões aconteceram na Chácara Brasil, em São Luís, e na Vila Talita, no município de Raposa. Com eles, a Polícia apreendeu 1.200 quilos de jóias, quatro armas de fogo, sendo três revólveres calibre 38 e uma pistola calibre 380; três veículos que eram usados nos assaltos, sendo um Eco Sport de cor prata, um Polo preto e um Gol branco, além de duas motocicletas.
Segundo o delegado Leonardo Diniz da Seic, que esteve à frente das investigações, o bando já vinha sendo investigado pelos inúmeros assaltos cometidos em São Luís. “A prisão de Goiano, chefe da quadrilha, e Wilqueson Marcelo, foram fundamentais para a localização dos demais envolvidos”.
Investigações da Polícia Civil e imagens internas do Shopping apontam Eudjhoson Fernandes e Fábio Henrique como os integrantes que faziam a parte operacional e realizava a subtração das jóias. Com base nas imagens cedidas pela administração do shopping, um fato que chamou atenção da Polícia, foi a do envolvido Eudjhoson que usava peruca e barbas artificiais no momento dos assaltos. O delegado Leonardo Diniz disse que os bandidos agiam de forma inteligente e faziam os funcionários de refém. “Eles agiam com tanta violência que ao saírem de um dos shoppings efetuaram três disparos”, destacou o delegado.        
Depois da prisão, o bando foi levado para a Sede da Superintendência Estadual de Investigações Criminais e autuados pelos crimes de formação de quadrilha e roubo qualificado. Eles foram encaminhados para Penitenciária de Pedrinhas onde aguardarão a decisão da Justiça. 

Sobre o assalto
O assalto à Rosa Rio se deu por volta do meio-dia da última terça-feira (1º) e o da Mar de Ouro por volta das 11h30, desta quarta-feira (2). Em ambos os casos, dois assaltantes, armados, entraram na loja, renderam funcionários e roubaram joias. Cerca de R$ 120 mil em joias foi levada no assalto a Mar de Ouro. A quantia levada na Rosa Rio ainda não foi repassada à polícia.
Na fuga, os assaltantes levaram funcionários como reféns até os veículos em que empreenderam fuga. No assalto à Mar de Ouro, eles fugiram em um Eco Sport de cor prata sem placa; na Rosa Rio, a dupla fugiu em uma motocicleta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.