sábado, 10 de maio de 2014

Maranhense de codó é assassinada a golpes de machado em Caldas Novas

Maria Soares de Andrade (foto), aparentemente com pouco mais de 60 anos acaba de ser morta a golpes de machado por Ada Carolino Mendes de 53 anos (foto). 

O crime aconteceu agora pouco no setor Santa Efigênia, bairro mais populoso de Caldas Novas. Segundo as declarações do autor prestada a nossa reportagem, ele chegou na casa da senhora por volta das 18 horas e simplesmente com um machado em punho atacou a vítima com pelo menos 05 golpes direto na cabeça e no pescoço que mataram Maria Soares na hora. 

O autor alegou que fez isso porque queria ficar com a casa, uma vez que ela mora sozinha e seus parentes estão no Maranhão. O autor também roubou 12 reais da vítima que segundo ele serviu para que ele tomasse um botijãozinho de cachaça junto com um refrigerante.
A vitima sentada não teve chances de se defender
O criminosos foi logo pego pela policia
A PM agiu rápido e conseguiu pegar o autor que ainda perambulava pelas proximidades. Os policiais ao aborda-lo perceberam que seus pés estavam respingados de sangue o que levantou a suspeita dos PMs que após várias indagações conseguiram a confissão do crime. 

Ao falar a nossa reportagem, friamente, Ada Caroline contou que só queria a casa da mulher por isso a matou. "Cheguei lá e taquei o machado na cabeça dela, não me arrependo do que eu fiz, eu não me arrependo de nada que eu faço, matei e sem dó!" disse o autor a nossa reportagem.

O autor não é parente da vítima, não era esposo, não tinha relacionamento intimo com a vítima, segundo ele eram apenas amigos. A perícia ainda encontra-se no local, até o momento nenhum documento foi encontrado para determinar a idade exata da senhora morta. 

A mulher morava sozinha e era da cidade de Codó no Maranhão. O autor, segundo ele, mora em Caldas Novas há 1 anos e meio e trabalhava como autônomo com serviços gerais. Foi preso em flagrante e esta recolhido a carceragem da Polícia Civil de Caldas Novas.
Maria Soares de Andrade foi covardemente morta 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.