segunda-feira, 12 de maio de 2014

O QUE O MARANHÃO PRECISA É DE UM JUIZ

JM Cunha Santos



Eu li sobre estradas que foram construídas na direção de um povoado que não existe, por uma associação que ninguém encontra, ouvi discursos na Assembleia...

...Mas não li nada sobre punições.
Eu li que um presidente da República, Luis Inácio Lula da Silva, junto com seu ministro das Minas e Energias, Edison Lobão e a governadora de um Estado, o Maranhão, Roseana Sarney, lançaram a pedra fundamental de uma Refinaria que não podia ser construída porque não tinha projeto nem contrato...

...Mas não li nada sobre punições.
Eu li que pagaram a construção de 57 banheiros públicos nos quais ninguém jamais mijou nem cagou porque nunca foram feitos...

...Mas não li nada sobre punições.
Eu li que o filho de um governador cobrava 30 por cento dos empresários para liberar pagamentos do governo...

...Mas não li nada sobre punição.
Eu li sobre corrupção na Fundação da Memória Republicana e apropriação indébita do Convento das Mercês...

...Mas não li nada sobre punições.
Eu li que uma senadora, Roseana Sarney, tinha a quantia de R$ 350 milhões depositada num paraíso fiscal e divulgada pelo Wikilikis...

...Mas não li nada sobre punição.
Eu li que o filho de um senador, o Fernando Sarney, foi acusado na Operação Faktor por formação de quadrilha, evasão de divisas e lavagem de dinheiro...

...Mas não li nada sobre punição.
Eu li sobre transações criminosas com precatórios, com a participação de um doleiro encarcerado, que acarretaram um rombo de R$ 200 milhões ao Estado...

...Mas não li nada sobre punições.
Eu li que um candidato ofereceu dinheiro publicamente, numa emissora de rádio, a todos que o ouviam...

...Mas não li nada sobre punição.
Eu li tanta coisa, tanta corrupção, tanta lama, durante 40 anos que apenas posso concluir:

MUITO MAIS DO QUE DE UM GOVERNADOR, O QUE O MARANHÃO PRECISA HOJE É DE UM JUIZ.
Do Blog de Cunha Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.