sábado, 14 de março de 2015

Estado investe em qualificação para coibir assaltos a instituições financeiras

                    Cel. Pereira  (Foto: J.Roberto)
De Janaína Berredo
Dando continuidade aos investimentos do governo do Estado para a redução da criminalidade e qualificação dos policiais, a Polícia Militar (PM) vai ofertar o Curso de Operações de Sobrevivência em Área Rural (COSAR), com foco no combate a assaltos a instituições financeiras. O projeto do curso foi apresentado pelo Comando de Policiamento Especializado (CPE) ao comandante-geral da Polícia Militar, coronel Marco Antônio Alves, que com base na política promovida pelo governo Flávio Dino para o sistema de segurança garantiu a realização do curso. 
A capacitação terá início no final de março, com duração de um mês. Para o preenchimento das 56 vagas ofertadas para o COSAR, a Polícia Militar abriu processo seletivo. As inscrições podem ser realizadas até o dia 20 deste mês no site da corporação (www.pm.ma.gov.br). Policiais militares de todo o estado poderão se inscrever no curso.Também serão ofertadas vagas a policiais de outras unidades da Federação. Dentre as habilidades exigidas dos candidatos, estão: boa condição física e habilidade de tiro. 
“O Curso de Operações de Sobrevivência em Área Rural vai habilitar os policiais a trabalharem diretamente no combate a assaltos a banco, principalmente, no interior do estado, onde a incidência é maior. No entanto, os policiais também vão estar preparados a combater outros delitos. Vai exigir esforço, dedicação, coragem e determinação dos candidatos”, destacou o coordenador do curso, comandante José Frederico Gomes Pereira. 
De acordo com o coronel Pereira, após a formatura da 1ª turma do curso, o comandante geral da PM vai criar o Comando de Operações de Sobrevivência em Área Rural (COSAR). A nova unidade vai atuar fortemente em várias cidades do Maranhão, apoiando as demais unidades da polícia. 
“O grupamento não vai pertencer a uma cidade, mas sim a uma região. Esse tipo de unidade específica não é exclusivo do Maranhão. Não estamos inventando nada, estamos apenas iniciando algo que já é realidade em outros estados. Nós já temos no interior as unidades de Força Tática e Grupo de Operações Especiais, que vão receber o apoio do COSAR”, ressaltou o coronel Pereira. 
Os policiais aprovados e escalados para atuar no Comando de Operações de Sobrevivência em Área Rural terão uma escala flexível para que possam atuar no novo grupamento e retornarem à unidade onde estão lotados. O COSAR vai realizar o policiamento ostensivo na região de atuação, com barreiras nas cidades e nas estradas vicinais. 
Qualificação 
Cerca de 90% da grade curricular do curso aborda a parte prática das ações. Dentre os instrutores do COSAR, estão homens do Exército, da Polícia Militar e do Grupo Tático Aéreo (GTA). Um dos instrutores é o comandante de Operações Especiais da Polícia Militar, major Antônio Carlos Sodré. Os treinamentos ocorrerão em São Luís, Imperatriz e Estreito.
Dentre as inúmeras disciplinas contempladas pelo curso, estão: operações na selva, tiro, abordagens, primeiros socorros, patrulha, operações de emboscada e contra emboscada, nós, amarrações, orientações, sobrevivência, armadilhas, manobras com embarcações, tiro de precisão e ação antibomba.

Fonte: Ascom SSP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.