sábado, 7 de março de 2015

No aniversário de 32 anos do CLA, Roberto Costa defende retomada de investimentos para a Base de Alcântara


Nesta sexta-feira, 6, o deputado estadual Roberto Costa, líder da Bancada do PMDB na Assembleia, representou o Presidente da Casa, deputado Humberto Coutinho, na cerimônia de aniversário dos 32 anos do Centro de Lançamento de Alcântara – CLA.
O deputado federal Victor Mendes (PV), o Secretário de Segurança Pública do Estado, Jefferson Portela, o Secretário de Ciência e Tecnologia do Estado, Bira do Pindaré e o Presidente da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA), Edilson Baldez estiveram presentes na cerimônia militar presidida pelo Coronel Cláudio Olany Alencar, Diretor do Centro de Lançamento de Alcântara. 
Realizada no pátio do CLA, a solenidade contou com tradicionais homenagens realizadas nesta data em que são entregues os diplomas “Amigo do CLA”. Dentre os 800 funcionários do Centro, também foram reconhecidos o “Graduado Padrão”, o “Praça Exemplar” e o “Servidor do Ano”, homenageados pelo bom trabalho prestado no último ano.
O deputado estadual Roberto Costa destacou a contribuição do CLA para a pesquisa aeroespacial e defendeu a retomada de poder de investimentos da Base, ameaçada pelos cortes no orçamento destinado ao Centro. 
"O CLA é estratégico para o nosso país na pesquisa aeroespacial e na própria questão da segurança nacional; esse aniversário de 32 anos nos chama, inclusive, para a reflexão sobre a necessidade de darmos mais importância para o debate em torno desse projeto fundamental para o Brasil.
Com o passar dos anos, o Centro tem perdido o seu poder de investimento em novos projetos e a tendência natural com os cortes no orçamento é que a Base desapareça; o assunto tem que ser tratado com seriedade e será levado para a Assembleia Legislativa”, reforçou Costa.
O ex-deputado estadual e agora, deputado federal, Victor Mendes se comprometeu em levar o assunto para Brasília de modo que os investimentos na infraestrutura do CLA possam ser retomados e os projetos tecnológicos aeroespaciais nacionais continuem sendo feitos no Maranhão.
Em discurso, o Diretor do CLA, Coronel Olany, enfatizou o contexto histórico que propiciou o nascimento do Centro e a contribuição da organização para o Brasil, para o Estado do Maranhão, bem como para o município de Alcântara.
Segundo o Coronel Olany muitas tecnologias foram aprimoradas no setor aeroespacial por meio de lançamentos realizados no CLA, além de destacar as ações de cidadania, educação e saúde realizadas pela unidade da Força Aérea Brasileira (FAB) na comunidade.
O CLA
Criado por meio do decreto federal nº 88.136 de 01º de março de 1983, o Centro de Lançamento de Alcântara tem por missão executar as atividades de lançamento e rastreio de engenhos aeroespaciais e de coleta e processamento de dados de suas cargas úteis, bem como a execução de testes e experimentos de interesse do Comando da Aeronáutica, relacionados com a Política Nacional de Desenvolvimento das Atividades Espaciais (PNDAE). 
No Centro são realizadas importantes atividades do Programa Espacial Brasileiro como o “Programa Microgravidade” quando são lançados experimentos científicos e tecnológicos a bordo de veículos que alcançam ambiente de microgravidade e fornecem dados para o aperfeiçoamento de pesquisas nas áreas de biotecnologia, eletrônica, mecânica, dentre outras.
 Em pouco mais de trinta anos, o CLA realizou o lançamento de 470 veículos espaciais nacionais e estrangeiros em um total de 93 operações realizadas até hoje. Por tudo isso, o CLA é conhecido como a “Janela Brasileira para o Espaço”.
-- 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.