quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Central Disque Denúncia reforça ações do sistema de segurança


A Central do Disque Denúncia foi criada com fins de coletar, registrar e monitorar informações, de modo a checar a veracidade das denúncias, antes de repassar aos órgãos de segurança pública.
O investigador da Polícia Civil, Augusto Mendes, que é responsável por essa central, garante que o trabalho desenvolvido tem reforçado o sistema de segurança, sendo o foco principal os meios de comunicação e redes sociais, a exemplo do “WhatsApp”, canal utilizado com frequência pelos denunciantes. Augusto informou que vem se mantendo o mesmo padrão com o quadro de desaparecidos e a tela de procurados.
De acordo com Augusto Mendes, incontáveis são os casos denunciados, tanto que nas primeiras horas do encontro da menina Juliana, desaparecida enquanto fora comprar um galeto no bairro do Cohatrac, a central recebeu inúmeras denúncias, inclusive a descrição do suspeito. Todas essas informações foram e estão sendo checadas. Ainda, até por medida cautelar, de ordem do Superintendente da Capital, Armando Pacheco, para esclarecer, minuciosamente, os fatos e sua veracidade.
“Esse fato é prioridade da Polícia Civil”, disse Armando Pacheco.2-sejap_disque_denuncia
Vale ressaltar a importância que os parentes têm, quando é reencontrado o ente querido, na tarefa de procurar a delegacia para dar baixa no sistema, informando sua localização, no propósito de retirar o nome da tela de desaparecidos.
Há um grande avanço do Disque Denúncia no interior do estado, crescente demanda de intensificação através do governo e da comunicação da Secretaria de Segurança Pública, através do Secretário Jefferson Portela, com divulgações intensas, levando os resultados desse trabalho, com objetivo de minimizar o temor que muitos ainda têm de denunciar, garantindo com ampla clareza o anonimato e a preservação da identidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.