segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Força tarefa dará celeridade a procedimentos de segurança na região do Coroadinho

Foto: Nilson Figueiredo
Foi iniciada na manhã desta segunda-feira (29) uma força tarefa no bairro do Coroadinho para ampliar as ações de segurança realizadas na região. A força tarefa consiste em um mutirão envolvendo a Supervisão de Áreas Integradas de Segurança Pública (SAISP), com a ação integrada das delegacias e apoio da Polícia Militar. Foram acionados delegados, escrivães e investigadores da Polícia Civil.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Jefferson Portela, explicou que as ações serão realizadas tanto no Coroadinho como Turu, Jardim Tropical e também na Delegacia de Defraudações. “A força tarefa visa reduzir a demanda dos inquéritos, acelerar esses procedimentos e ainda reprimir a ação dos criminosos. Serão realizados o cumprimento de mandados de buscas e apreensões e cumprimentos de mandados de prisões. A operação visa ainda reaproximar a comunidade com o sistema de Segurança Pública”, afirmou.

O início do mutirão também teve a presença do delegado-geral Lawrence Melo; do superintendente da Polícia Civil da Capital, Armando Pacheco; do supervisor do Saisp da área Sul, Carlos Damasceno; do supervisor da área leste Henrique Mesquita; do delegado titular da DP do Coroadinho, Rondineli Araújo; da ouvidora da SSP, Elivânia Estrela; além de outras autoridades e membros da comunidade.

Durante a operação será dada celeridade a diversos inquéritos envolvendo as seccionais da área sul, leste, norte e sul, onde estarão atuando as delegacias do 10º DP (Coroadinho), 7º DP (Habitacional Turu), 19º DP (Jardim Tropical) e ainda a Delegacia de Defraudações. O secretário Jefferson Portela informou que além das ações na área investigativa, também serão realizadas, de imediato, ações de combate à criminalidade.

As ações do mutirão também têm como prioridade aproximar as forças de segurança da comunidade, envolvendo tanto a Polícia Civil, a partir do trabalho das delegacias no mutirão quanto a Polícia Militar, reforçando as ações já realizadas a partir das Unidades de Seguranças Comunitárias (USC’s) no policiamento preventivo e ostensivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.