terça-feira, 11 de outubro de 2016

Ronda nos bairros reforça segurança ao transporte público na Grande Ilha


Devido aos recentes ataques a ônibus, a ronda policial nos bairros foi intensificada e adaptada para reforçar a segurança ao transporte público na Grande São Luís. Segundo a Polícia Militar, todas as viaturas de patrulhamento em vias urbanas estão empenhadas na captura de suspeitos e na escolta policial aos coletivos. Os resultados são prisões de mais responsáveis pelos atentados e queda no índice de assaltos.

Segundo o comandante de Policiamento de Área Metropolitana 1 (CPAM1), coronel Pedro Ribeiro, as viaturas de ronda nos bairros foram direcionadas para atuar prestando apoio à escolta policial aos coletivos, com presença ostensiva nos pontos finais e paradas de ônibus; e na captura dos executores de ataques incendiários, mediante informações repassadas pelo serviço de inteligência da polícia, o Grupo de Segurança Avançada (GSA).

De acordo com Ribeiro, o GSA desenvolve as investigações com agentes à paisana e viaturas descaracterizadas, solicitando o suporte da ronda nos bairros no momento de efetuar as prisões. “Todos os dias estamos efetuando prisões. Nosso objetivo agora é prender todos os suspeitos, por determinação do próprio secretário de segurança”, frisou o comandante do CPAM1.

Os suspeitos pelos ataques incendiários estão sendo indiciados conforme enquadramento por crime de associação criminosa. O indiciamento está sendo feito por meio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), em ação conjunta das Polícias Civil e Militar.
Além das rondas policiais nos bairros, a escolta policial às linhas de ônibus é executada por tropas especiais da PM, como o Comando de Operações Especiais (COE), o Batalhão de Choque e a Ronda Ostensiva Tática Metropolitana (Rotam). O ponto de partida das equipes são os Terminais de Integração, para escolta dos coletivos até a entrada dos bairros, onde as viaturas de ronda continuam o trabalho de segurança.

Redução de assaltos


A presença ostensiva e a intensificação do patrulhamento inibiram a ocorrência de assaltos nos bairros, segundo o coronel Pedro Ribeiro. “Com essas ações pontuais nos bairros, na captura de bandidos e escolta dos coletivos, a população já sentiu uma redução no índice de roubo”, afirmou. Ele explicou que, com o objetivo de evitar novos ataques, as escolas públicas e os caminhões de lixo também recebem atenção especial da polícia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.