sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Segurança do Maranhão recebe novos policiais para operações de sobrevivência em área rural


O comando da Policia Militar do Maranhão, formou e entregou para a segurança do estado, na noite de terça-feira (17), 25 concludentes da 3º turma do Curso de Operações de Sobrevivência em Área Rural do Maranhão – COSAR. A turma leva o nome de “1º Tenente João Bezerra”.

A solenidade aconteceu no Quartel do Comando Geral da PMMA, no bairro do Calhau em, São Luis/MA e contou com a presença do comandante geral da Corporação, coronel José Frederico Gomes Pereira; do subcomandante geral, coronel Jorge Allen Guerra Luongo; do subchefe do EMG, coronel Carlos Augusto Castro Lopes, além de oficiais, praças e convidados.

A 3º edição do COSAR foi realizada no período de 29 de agosto a 11 de outubro de 2016 e os 12 policiais militares da capital e 13 do interior do estado, receberam instruções na Base da COE; no CFAP; no 24º BIL; no 3º BPM além de instruções na selva nos municípios de Estreito e Carolina ministradas pelo 50º BIS. Nos 48 dias de aulas práticas e teóricas, os alunos foram submetidos a disciplinas, como: Tiro tático, Combate de Ambiente Confinado, técnica de abordagem, tiro pessoal, ações antibomba, operações policiais especiais, invasões táticas com explosivos, primeiros socorros, patrulha e antiterrorismo. 

Tudo com finalidade de qualificar e equipar o agente de segurança para atuar nas diversas modalidades de ocorrências, inclusive aquelas que envolvem a presença de explosivos, na área rural. Fazer frente ao crime organizado e combater a uma nova modalidade de crime, conhecida como do novo cangaço, característica das quadrilhas de assalto a Agências Bancárias do interior do estado.

O comandante, coronel Frederico Pereira, enfatizou que o Maranhão ganha ao receber esses novos policiais formados para combater uma modalidade de crime que cresce em vários estados do Brasil.

“O Maranhão recebe a terceira turma do COSAR, policiais com expertise no combate a uma modalidade que desafia a segurança em vários Estados do Brasil: o Novo Cangaço”.

Com o apoio do governo, estamos dando continuidade na formação do Cosar e almejamos, futuramente, integrar esses PMs a todas unidades da corporação”. Finalizou o comandante.

Durante a solenidade, aconteceu a homenagem a Benner Roberto Ranzan de Britto, neto do coronel João Bezerra da Silva, na época tenente, que estava a frente da tropa com a Força Volante, no último combate que culminou na morte Lampião, sua esposa Maria Bonita e outros nove cangaceiros, em 28 de julho de 1938.  O coronel Pereira entregou uma placa da turma do 3º Cosar em homenagem a Benner Roberto.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.