quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Aprimorar as políticas da segurança pública: esse é o lema do Presidente do Consesp, Jefferson Portela

Dr. Jefferson Portela (Foto: Nilson Figueiredo)
Faltando poucos dias para completar um ano à frente da Presidência do Colégio Nacional de Secretários Estaduais de Segurança Pública (CONSESP), o Secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela vem administrando com eficiência e cautela o colegiado dos representantes gerais da pasta da segurança pública dos 27 estados brasileiros.

O Conselho tem entre suas funções o ato de planejar, executar, deliberar, numa visão de assessoramento especial aos secretários estaduais de segurança, tendo o acompanhamento e avalição das ações de segurança pública em todas as esferas governamentais.

Uma das características da gestão Jefferson Portela é a de estreitar laços entres os membros do colegiado e, assim, discutir pontos comuns a todos, tratando de fatores que possam ser encaminhados ao poder legislativo, destacando modelos de segurança que estão triunfando em outras federações para que possam ser implantados nos demais estados membros.

O Secretário Jefferson Portela, mesmo desafiado em meio a maior recessão financeira da história do país, não vem poupando esforços para adquirir um bem comum ao Brasil: a segurança da sociedade.

No último encontro do CONSESP, realizado em outubro deste ano, foi elaborado um documento pelos membros do colegiado com as principais reivindicações dos estados brasileiros, que foi batizado de “ Carta de Gramado. Tal carta destaca pontos essenciais e prioritários para contemplar resultados de grande impacto na segurança pública. O documento foi encaminhado ao Ministério da Justiça e Cidadania, Câmara Federal e Presidência da República.


Ao longo de sua gestão, Jefferson Portela teve como sua principal pauta nos encontros com os membros do conselho, o financiamento da segurança pública, a integração da união, estados e, essencialmente, os municípios e reparo nas leis penais do país. O secretário busca, assim, aprimorar as políticas da segurança pública nacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.