quarta-feira, 22 de março de 2017

Polícia Civil prende trio envolvidos em assalto na capital e apreende uma submetralhadora no Maiobão

A Polícia Civil por meio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), apresentou na manhã desta quarta-feira (22), relatos da operação que logrou êxito na prisão em flagrante delito de Marcelo Lopes (30); Israel Reis do Nascimento (22) e Richarlison Ferreira Correia (26), uma quadrilha responsável por inúmeros assaltos, em São Luís.

Segundo o superintendente, Tiago Bardal depois de um assalto ocorrido no dia 15 de março do corrente ano, ao posto de combustível Dubai, localizado no bairro do Anil, de onde subtraíram cerca de R$ 20.000,00, além de um cordão de ouro e um aparelho celular do proprietário do posto. Os agentes passaram a fazer averiguações acerca do fato, de modo que foi identificado a placa KWW 0014, de um veículo Kia Soul, cor azul, que dava apoio a quadrilha no dia do referido crime acima citado.  

Em diligências o Departamento de Combate ao Crime Organizado, visualizou este veículo na Forquilha, após terem certeza de que se tratava do mesmo foi dado ordem de parada e em seu interior estavam Israel Reis e Marcelo Lopes. Posteriormente foram adotadas as medidas de praxe, e acabaram por confessar que estavam realizando levantamento da área, para possíveis vítimas. No automóvel apreendido tem uma marca de tiro no porta malas, originário do assalto que fizeram na Loja Novo Mundo, da Cohab no ano de 2016.

Vale ressaltar que a dupla entregou Richarlison Ferreira, outro integrante do bando, que foi localizado no Residencial Turiuba, em São José de Ribamar, com ele foi encontrado uma pistola .40 e o cordão de ouro do dono do posto de combustível.

O trio foi autuado por roubo, organização criminosa e porte ilegal de arma de fogo de uso registro. Na análise feita pela SEIC foi constatado que todos possuem antecedentes criminais. Estes foram encaminhados ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde ficarão à disposição do Poder Judiciário.


Prisão da SENARC

Ainda em coletiva a Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (SENARC), explanou que diante de investigações foi possível prender em flagrante delito o perito criminalístico auxiliar, Sandro Luís Araújo de Sousa e Jouberth Cabral Sampaio, mais conhecido como “Joca”, na tarde desta terça-feira (21), no bairro do Maiobão, em Paço do Lumiar.


Diante de relatos o superintendente Carlos Alessandro, disse que foi aberto uma investigação depois que estavam sumindo armas de fogo que permaneciam no Instituto de Criminalísticas (ICRIM), para serem periciadas. Na tarde desta terça-feira (21), Sandro foi visto saindo do instituto e se dirigindo até uma residência no bairro do Maiobão, onde foi flagrado vendendo uma submetralhadora MT .40, de marca Taurus para Jouberth Cabral, no valor de R$ 10 mil.

Em vistorias no carro do perito, de modelo Toyota Etios e na residência de Joca foi encontrado uma pistola PT740 taurus calibre .40; 58 munições de .40; 58 munições de .40; 50 munições de 357 Magnum; 10 munições de calibre 32; 02 munições .25 CAP.; 04 celulares e uma espingarda de pressão 5.5


Vale ressaltar que em desfavor de Jouberth consta processos criminais pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e homicídio, e tem-se a suspeita de ser integrante de uma fação criminosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.