sexta-feira, 28 de abril de 2017

REVIVER SEM DROGAS: POLÍCIA CIVIL E MILITAR PRENDE ACUSADO COM ENTORPECENTES NA REGIÃO CENTRAL DE SÃO LUÍS

Uma operação conjunta envolvendo a Polícia Civil e a Polícia Militar envolveu cerca de 50 policiais por conta da operação “Reviver sem Drogas”, realizada nesta quinta-feira (27), na área central de São Luís. Os policiais cumpriram 06 buscas domiciliares, resultando na prisão de Israel Leite Santos. Com ele foi apreendido 5kg de maconha prensada, 200g de cocaína e 2.364 reais em dinheiro.
Foto: Nilson Figueiredo
A operação da Polícia Civil iniciada nas primeiras horas da manhã, na área do Reviver, iniciou através de investigações e monitoramento por conta da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (SENARC), e contou com o apoio da Polícia Militar.
Foto: Nilson Figueiredo
Durante a ação realizada na Rua da Palma, no Centro de São Luís, 06 casas foram revistadas, onde foi encontrado em uma delas, o acusado Israel Santos, conhecido como “Fufuxa”. A Polícia encontrou em uma de suas, 5kg de maconha prensada, 200g de cocaína, 01 balança de precisão, 05 aparelhos celulares e dinheiro no valor de 2.364 reais.
Ações de combate aos entorpecentes no Centro Histórico 
O Superintendente da Senarc, Carlos Alessandro que estava na operação Reviver sem Drogas, disse que “A operação deu-se após um serviço investigativo realizado pela Senarc em diversos pontos suspeitos de venda de drogas ilícitas. Realizamos as buscas e apreensões na manhã de hoje, culminando na prisão de Israel Santos.
O acusado além de ser suspeito de integrar uma facção criminosa, ainda está sendo investigado por conta de ter denúncias por ele ser um grande distribuidor de drogas na área central da capital maranhense. Quero salientar ainda, a participação do Vinny, o cão Farejador da Senarc, que ajudou nas buscas, no sentido de localizar os entorpecentes”, ponderou Carlos Alessandro.
Foto: Nilson Figueiredo
Após as investigações foi descoberto que Israel Santos tem passagem pelos crimes de tráfico de drogas (2015), porte de arma (2013) e ainda por lesão corporal (2012.
Após a operação, o suspeito Israel Santos foi encaminhado para a sede da Senarc, ouvido e autuado em flagrante delito, pelo crime de tráfico de entorpecentes.
A operação Reviver sem Drogas efetivada pela Senarc, contou ainda com as equipes do CPAM1, com a coordenação do Cel. Pedro Ribeiro; o Serviço de Inteligência da PM, policiais do 8º e 9º Batalhão, a Cptur e ainda a CPGD.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.