terça-feira, 16 de maio de 2017

A mística da caveira nas tropas especiais


Grande parte dos cursos de Operações Especiais tem como brevês o símbolo da caveira com uma faca, ou outro objeto, cravada no crânio. Essa simbologia representa a vitória sobre a morte. Este é um dos conceitos que são pregados durante todos os cursos. Fazer o combatente, ou aspirante a “caveira”, crer que é capaz de enfrentar a morte e sair vitorioso é parte da filosofia que deve ser absorvida por sua personalidade para que seja capaz de cumprir as mais difíceis missões.

De acordo com a semiótica dos membros pertencentes ao Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), a “faca na caveira” representa a capacidade do ser humano de se superar, além da ousadia e coragem para cumprir as suas perigosas missões.

Outra versão conta a lenda de que no final da Segunda Guerra Mundial, após invadir um quartel nazista, soldados britânicos teriam encontrado um crânio sobre uma das mesas do local. O comandante desta tropa teria fincado uma faca no objeto macabro e declarado para os presentes que o seu ato simbolizava a “vitória sobre a morte”. 

Guerra sem trégua! Guerra aos ímpios! Recuar uma ova!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.