quarta-feira, 24 de maio de 2017

Polícia Civil prende responsável por envolvimento na fuga de presídio em São Luís


Uma mega operação foi desencadeada no início da noite desta terça-feira (23), por volta das 16:00hs, envolvendo a Polícia Civil do Maranhão culminando na prisão de um criminoso envolvido na fuga dos internos de Pedrinhas, neste domingo (21). Durante o confronto houve disparos de armas de fogo, onde Leonilson dos Santos Nascimento, o “Codó”, fora preso, e dois criminosos alvejados. Os dois atingidos foram identificados por Ronalth Correa Coelho, 36 anos, e o Valdemir Laurindo Flores, 41 anos, “O Baleado”. Eles não resistiram ao ferimentos, ao darem entrada no hospital de emergência.

A operação contra os criminosos fora iniciada por meio de uma denúncia anônima, mediante uma ligação telefônica encaminhada aos policiais da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc), onde informava que parte do dos criminosos foragidos da Penitenciária de Pedrinhas, estavam no bairro da Vila Conceição. Em prosseguimento fora montada a mega operação com o apoio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), onde os suspeitos foram localizados e cercados no bairro da Vila Conceição. Dentre eles, Leonilson dos Santos Nascimento, o “Codó”, acusado de ter organizado e comandado o resgate no presídio de São Luís.


O Superintendente adjunto da Senarc, Valdenor Viegas que integrou a força tarefa informou acerca da ação contra os acusados, que “Os bandidos revidaram, ocasionando em uma troca de tiros. Durante a ação, dois investigadores foram atingidos nas mãos. Um novo cerco foi montado e houve novo confronto, onde os criminosos se homiziaram para uma outra residência, localizada no mesmo bairro. Os policiais cercaram a residência e em novo confronto, foram alvejados o Ronalth Correa Coelho, o “Bebezão”, que era também chefe da quadrilha, o Valdenir Laurindo Flores. Em sequência, o criminoso identificado por Leonilson dos Santos Nascimento, o “Codó” teria feito reféns e os ameaçando de morte. Após uma negociação envolvendo os policiais da Seic e Senarc, o Codó, teria se rendido, largado os reféns e deixado atrás de si, uma pistola municiada”, destacou.

O delegado Valdenor Viegas ressaltou ainda acerca da Operação, que “Os criminosos são todos de altíssima periculosidade. Tão logo recebemos a ligação anônima, caímos em campo, ocasionando na prisão de um dos líderes dessa quadrilha. A ação resultou na morte de dois deles e na fuga de outros três”, pontuou o delegado.

Apreensão e passagens por assaltos às agências bancárias

Com os criminosos foram apreendidos um fuzil 556, que fora utilizado no resgate do presídio neste final de semana, uma pistola 9mm, um revólver e diversas munições deflagradas. O Superintendente da Seic, o delegado Tiago Bardal informou, “Que a partir da fuga do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde fugiram diversos detentos, fora iniciada tão logo, uma investigação contra os criminosos. As investigações apontavam que parte dos foragidos estavam escondidos no Bairro da Vila Conceição. O Ronalth Correa Coelho, o Bebezão, era do Goiás, com passagem de assalto a banco no Goiás, Tocantins e Maranhão, e o Valdenir Laurindo Flores, natural de alagoas, assaltante de banco e já fora preso no Piauí, Tocantins e Maranhão, e foragido de Pedrinhas, desta última fuga. O Leonilson dos Santos Nascimento, o Codó, tem passagem por assalto a banco em diversos estados”, considerou.

Os dois policiais da Senarc atingidos nas mãos pelos disparos dos criminosos foram encaminhados para hospitais de emergências na cidade, passaram por pequenas cirurgias, e estão fora de perigo. O criminoso Leonilson dos Santos Nascimento, o “Codó”, fora encaminhado para a Seic, ouvido pelos delegados e autuado em flagrante. As investigações continuarão no sentido que o restante do bando foragido da penitenciária sejam recapturados. A Operação ocasionada no bairro da Vila Conceição contou ainda com o apoio do Centro Tático Aéreo (CTA), e da Polícia Militar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.